13 abr 2020 - 10h23

A “melhor” derrota da história

Quem diria que uma das maiores goleadas da história do clássico Atletiba acabaria trazendo mais dividendos ao derrotado do que ao vitorioso. Naquele 16 de abril de 1995, ou seja, há 25 anos, num domingo de Páscoa o Coritiba impiedosamente aplicou um “chocolate” de 5 x 1 no Atlético, sendo a quarta maior goleada da história do confronto segundo o site alviverde “helênicos”.

O rubro-negro (para variar…) estava em crise, mas não era tão inferior ao Coxa. Porém a desorganização do time em campo, uma boa dose de apatia contraposta a um Coritiba ofensivo e com o atacante Brandão em tarde inspirada (marcou três gols) deram as notas de crueldade àquela tarde cinza do outono curitibano.

A Furacao.com traz de hoje até o dia 16, data que marca um verdadeiro “jubileu de prata” daquele jogo, relatos de quem estava na arquibancada, de quem viveu a véspera daquele jogo, bastidores e todo desenrolar que transformou a vida dos dois maiores clubes do estado do Paraná desde então.

O dia, como descrito nas palavras do jornalista Augusto Mafuz, em que “quando saímos do Couto” soubemos que “as nossas vidas no futebol, as vidas de Atlético e Coritiba, nunca mais seriam as mesmas.”



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…

Ao Sol e à Sombra

Alex Mineiro

Parecia o caso de um jogador que seria lembrado como coadjuvante de uma equipe imparável. Um carregador de piano, invisível aos olhos dos leigos, que…