O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
9 set 2020 - 20h35

Cadê o boca mole do Paulo André?

O Athletico jogo a jogo se supera, tinha tudo para vencer o Botafogo, assim como o Palmeiras e o Bragantino em casa, e acabou tropeçando nos próprios pés.

E no jogo contra o Botafogo foi mais do que evidente que os boleiros estão fazendo corpo mole, a penalidade infantil, a penalidade batida pelo Nikão, isso sem falar que na segunda etapa o que Athletico parou, e só não perdeu devido o melhor jogador em campo em quase todas as partidas o goleiro Santos, é o único que merece ser aplaudido.

Outro detalhe o Eduardo Barros, só não pode entrar em campo e fazer os gols que os atacantes perdem, e hoje não foi diferente dos jogos passados.

Quem não quer mais ficar pega o boné e pede para ir embora, assim como fez o Welington.

E o boca mole do Paulo André onde está? Para justificar mais esse péssimo resultado?

E no sábado se jogar assim perde para o coxa, que este ano tem o Athletico atravessado na garganta, a única diferença entre o medíocre time do coxa com o medíocre time do Athletico é que os jogadores do coxas estão com vontade de vencer e mostram mais raça que os boleiros do Athletico.

Enquanto os jogadores não fizerem um pacto de vitória entre eles o Athletico vai continuar esse arremedo de time.



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…

Ao Sol e à Sombra

Alex Mineiro

Parecia o caso de um jogador que seria lembrado como coadjuvante de uma equipe imparável. Um carregador de piano, invisível aos olhos dos leigos, que…