12 out 2020 - 8h07

Atleticanismo que vem desde o berço

Nesta segunda-feira comemora-se o Dia das Crianças! E para homenagear os pequenos torcedores, que representam o futuro da nossa torcida, nada mais agradável que mostrar um pouco mais o que significa o Athletico Paranaense para esses torcedores mirins, que com uma boa dose de inocência, alegria e inteligência, nos fazem lembrar o começo de tudo e o real significado de torcer simplesmente pela magia e felicidade de… torcer!

Preparem o fofurômetro e confiram algumas criações mais que especiais, de pequenos atleticanos que desde muito cedo já exibem com orgulho as cores e o nome do nosso Furacão! A todos os pequenos torcedores, em especial os atleticanos, nossa homenagem e votos de um Feliz Dia das Crianças!

Símbolo do Furacão e o gol de Nikão, no desenho de Bernardo Botene, 6 anos

“Eu fiz um desenho do Athletico com o distintivo e o Nikão Fazendo gol!”
– Bernardo Krueger Bottene, 6 anos

Símbolo atleticano por Pedro Szaikowski, 8 anos

O Pedro nasceu no aniversário do Atlético, e já na maternidade recebeu a visita de Nilson Borges, Rogério Corrêa e Alberto Valentim. Nascendo em uma família 100% atleticana não poderia ser diferente, o piá é fanático pelo Furacão. Ele acompanha tudo, sabe escalação, posição na tabela. Não podia ser diferente sendo filho do Marlon e sobrinho e afilhado da Mylla.
– Pedro Szaikowski, 8 anos

O golaço de Nikão na final do Paranaense no desenho da Alice Justen, 4 anosAs irmãs Clara e Alice recebem o incentivo do pai, Marçal Justen Neto, para manter sempre aceso o atleticanismo na família. A mais nova, Alice, de 4 anos, desenhou um gol… e não qualquer gol! Com a ajuda da irmã mais velha, desenhou o golaço de Nikão na final do Paranaense deste ano…. sobrou até o Muralha no desenho! Muita criatividade e a melhor de todas as comemorações: um gol de título!

– Alice Justen, 4 anos

Réplica do quadro da churrasqueira que a Ana Luiza Soares, 12 anos, reproduziu“Eu fiz o desenho que conta a história do Athletico, desde o primeiro símbolo até agora!”
– Ana Luiza Soares, 12 anos, afilhada do nosso colaborador e colunista Juarez Villela Filho, com pai, avô e tio também doentes pelo Athletico. Ela gosta de ir ao estádio e ficar em pé cantando e, apesar da pouca idade, possui várias camisas e já tem alguns títulos que assistiu ao vivo no estádio.

Todos os looks das atleticanas no desenho da Clara Justen

A Clara Justen caprichou na sugestão de looks para as torcedoras atleticanas, homenageando inclusive as @atleticanissimas!

Maria Antônia, 10 anos, a praia e o Furacão

A Maria Antônia, de 10 anos, é uma atleticana que mora um pouquinho mais longe, em Itapoá-SC, mas nem a distância a afasta do atleticanismo desde cedo. Em seu desenho, ela demonstra algumas de suas maiores alegrias e paixões: a praia, os animais e o Furacão, num retrato que ainda traz ela mesma admirando tudo isso. Uma fofura, não?!



Últimas Notícias

Notícias

Já faz um ano….

Neste dia 04 de março faz exatamente um ano que o torcedor atleticano viu o Furacão de perto, ao vivo e em cores dentro da…