13 dez 2020 - 2h07

Jogando assim, nem com todos os Santos!

Infelizmente, (re)Começou o sofrimento. Na tarde deste sábado (12), o Athletico recebeu o Galo, na Arena da Baixada, tentando se manter na parte de cima da tabela do Brasileirão. No entanto, perdeu para o Atlético/MG por 1 a 0 e voltou a flertar com a zona do rebaixamento. Foi a terceira derrota seguida do time de Paulo Autuori no Campeonato Brasileiro. o Furacão está agora a 4 pontos da zona de degola.

No comecinho, o Rubro-Negro chegou a assustar os mineiros com uma bola no travessão de Nikão. Mas o Galo logo se recompôs em campo e passou a pressionar. Aos 15′, Vargas marcou de cabeça, mas a arbitragem anulou o gol por impedimento. Depois, em cruzamento na área, a bola bateu no braço esquerdo de Abner: penalidade máxima a favor do Galo. Keno, que literalmente entortava a defesa rubro-negra, bateu no cantinho. Mas Santos foi buscar, para alívio da nação rubro-negra, em mais uma espetacular defesa de pênalti.

Mas não tem Santo(s) que aguente! Apesar de chegar com perigo contra a meta de Everson em seguida, o Furacão seguiu pressionado pelo alvinegro, que criava as melhores chances. Até que Keno tocou para Vargas marcar seu segundo gol no jogo, desta vez para valer! O atacante recebeu na direita e mandou para o fundo das redes, batendo no canto alto de Santos e abrindo o placar na Baixada, no finzinho do primeiro tempo.

Já na segunda etapa, o Furacão levou perigo em cobrança de falta logo no início. Mas foi só. Depois disso, sofreu outro gol de Vargas, novamente impedido e, dominado pela marcação alvinegra, não conseguiu reagir. Acumulando a terceira derrota consecutiva no Brasileirão, o Furacão traz de volta a dúvida e a desconfiança ao torcedor rubro-negro.

Afinal, qual é o verdadeiro Athletico? Aquele que venceu partidas sucessivas (e difíceis) no Brasileiro e incomodou o River Plate na Libertadores? Ou este que voltou a se apresentar medíocre em campo ao apresentar um futebol de segunda (ou terceira) linha com o qual a torcida já estava quase se acostumando, crente que ocorreria mais um rebaixamento?

É hora de reagir! O elenco já mostrou que pode fazer mais do que fez hoje (e em outras tantas oportunidades). Mas pra não fazer vexame, tem que querer! É hora de querer. Muito.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

A melhor do ano

O jogo contra o Grêmio foi um espetáculo. O Athletico, enfim jogou como se deve na Baixada. O time rubro negro, mandou o tempo inteiro…