20 jan 2021 - 19h58

Athletico perde invencibilidade de cinco jogos e ressuscita Bahia no campeonato

Além de manter o sonho da vaga na próxima Libertadores vivo, um resultado positivo do Athletico poderia praticamente eliminar qualquer risco de rebaixamento e encaminhar a classificação para a Sul-Americana deste ano.

Depois de empatar com o Atlético-GO e interromper uma sequência de sete derrotas seguidas, o Bahia buscava voltar a vencer após dois meses de jejum para não perder de vista os concorrentes diretos na luta contra o rebaixamento.

Com a derrota, o Furacão perde a invencibilidade de cinco jogos. O resultado representa a terceira partida em sequência sem vitórias.

Autuori não pôde contar com Azevedo (lesão no joelho), Abner (lesão na coxa), Erick (lesão na coxa), Canesin (suspenso), Lucho (dores no joelho), Cittadini (entorse no tornozelo) e Nikão (dores na coxa).

Confira como foi o jogo:

1º Tempo

Com 2 minutos de partida, Nino Paraíba recebeu lançamento nas costas de Khellven, dominou e bateu cruzado. Santos espalmou para escanteio.

Cinco minutos após, Ramírez tentou invadir a área pelo meio. Ele passou pela marcação, cruzou e Carlos Eduardo tirou para escanteio.

O Athletico chutou a primeira contra a meta da equipe da casa aos 15 minutos. Christian recebeu pelo meio e soltou a bomba, mas a bola subiu muito.

Um jogo sem grandes emoções que, se por um lado, mostrou a qualidade do sistema defensivo rubro-negro – controlando o Bahia – por outro, escancarou os problemas no setor ofensivo. Furacão foi inoperante e não conseguiu chegar com perigo à meta tricolor.

2º Tempo

No primeiro minuto, Nino cruzou rasteiro, Thiago Heleno tentou o carrinho e cortou parcialmente. Nino pegou o rebote, bateu da entrada da área e a bola foi por cima do gol.

Carlos Eduardo recebeu na ponta direita, pedalou e bateu cruzado. A bola desviou no defensor e saiu para escanteio. Eram 11 minutos.

Gol do Bahia, aos 19 minutos. Após lançamento longo, Rossi (que havia entrado há um minuto) saiu nas costas da marcação e cruzou rasteiro. Thiago, de carrinho, empurrou para dentro.

Aos 26, Rodriguinho cobrou falta firme, no alto, e Santos espalmou para fora.

Três minutos depois, Rodriguinho cobrou escanteio, Thiago Heleno não conseguiu afastar e Thiago – livre, cara a cara com o gol – bateu por cima e desperdiçou ótima chance para ampliar o marcador.

Jadson cobrou escanteio, aos 44 minutos. Pedro Henrique brigou pelo alto, cabeceou, mas a bola desviou no marcador e saiu por sobre a meta de Douglas.

Athletico tentou ir para cima, mas sem qualidade e com pouca eficiência. Time fez (mais) uma partida abaixo da média.

Ficha técnica

Campeonato Brasileiro – 20/01/2021 – 31ª Rodada

Bahia 1 X 0 Athletico

Local: Arena Fonte Nova.

Horário: 18h00.

Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP).

Cartões amarelos:  (CAP); Ramon (BAH).

Cartões vermelhos: – .

Gols: Thiago (19’ 2T).

Athletico: Santos; Jonathan (Zé Ivaldo), Pedro Henrique, Thiago Heleno e Khellven; Alvarado (Bruno Leite), Christian e Jadson; Carlos Eduardo (Walter), Vitinho (Reinaldo) e Kayzer (Bissoli). TC: Paulo Autuori.

Bahia: Douglas; Nino Paraíba, Ernando, Juninho e Matheus Bahia; Gregore, Ramon (Ronaldo), Fessin (Rossi), Índio Ramirez (Edson) e Thiago (Alesson); Gabriel Novaes (Rodriguinho). TC: Dado Cavalcanti.

Próximo confronto

O Athletico retorna a campo no domingo, 24/01, às 16h00, contra o Flamengo, na Baixada.



Últimas Notícias

Copa do Brasil

Era uma vez…..

…. um time que vencia mas não convencia. Um time que tinha alguns padrões bem definidos e que quase sempre se repetiam jogo após jogo:…