21 jan 2021 - 19h42

Gol de Paulo Baier

Foi em 2012.

O Athletico esteve atrás no placar por 3 vezes. Só tomou a dianteira pela primeira vez quando fez 4 a 3. Mas o América foi buscar o empate. E com oito gols no placar é quase impossível acreditar que algo mais possa acontecer numa partida de futebol.

Aos 49 minutos, até a bola já estava cansada quando foi chutada por Elias. Se recusou a entrar. Mas o insistente jogador a pegou novamente, deitou um zagueiro na pequena área e tentou mais uma vez. A bola se recusou novamente. Bateu na trave, nas costas do goleiro e nas pernas de 21 jogadores que se encontravam dentro da área naquele momento. Sobrou para Paulo Baier, no único metro quadrado desocupado.

Um segundo depois, Paulo Baier voltava a ser Paulo Cesar e dava um pique pelo lado do campo lembrando dos tempos em que era um jovem lateral do Criciúma, enquanto o alambrado do Ecoestádio Janguito Malucelli tinha sua resistência colocada à prova.

O Athletico terminaria a série B com 71 pontos. Mesma pontuação do quinto colocado. E em que pese ser um campeonato por pontos corridos, qualquer atleticano que seja questionado dirá que o gol de Paulo Baier, na vigésima oitava rodada, foi o gol do acesso.

Mais de 1 milhão de torcedores do Athletico estiveram presentes no Janguito neste dia, mesmo com a capacidade do estádio sendo de apenas 4.200 pessoas.



Últimas Notícias

Copa do Brasil

Era uma vez…..

…. um time que vencia mas não convencia. Um time que tinha alguns padrões bem definidos e que quase sempre se repetiam jogo após jogo:…