4 fev 2021 - 22h59

No duelo entre as melhores defesas do campeonato, Athletico e Inter não saem do zero

Athletico e Inter se enfrentaram visando objetivos diferentes na primeira parte da tabela, mas com muitas semelhanças ao longo do campeonato: os dois times têm as defesas menos vazadas (31 gols sofridos, ao lado do Palmeiras), campanha de G4 no segundo turno e mudanças no comando técnico.

O Furacão briga por um possível G8 e sonha com vaga na Libertadores. O Colorado é o líder e quer encerrar um jejum de mais de 30 anos sem o título do Brasileirão.

A arrancada no returno com os novos técnicos credenciou a dupla a estar próxima de suas novas metas. O Athletico era vice-lanterna e estava há dez jogos sem vencer. O Inter ocupava a vice-liderança, mas caiu para sétimo colocado cinco rodadas depois.

O Colorado tem o melhor aproveitamento do segundo turno, com 30 pontos. O Furacão conquistou 26 pontos (8 vitórias, 2 empates e 4 derrotas) – aproveitamento de 61,9% -, com a quarta melhor campanha eté então.

O técnico rubro-negro não pôde contar com Khellven (suspenso), Márcio Azevedo (lesão no joelho), Erick (lesão na coxa) e Lucho (cirurgia no joelho).

O atacante Carlos Eduardo – suspenso por, na pandemia, trocar camisa com jogador adversário – obteve efeito suspensivo e ficou à disposição de Paulo Autuori.

Confira como foi o jogo:

1º Tempo

O Furacão começou a partida na garganta do Inter. Aos 6 minutos, Nikão cruzou rasteiro e Carlos Eduardo – por muito pouco – não alcançou.

NA TRAVE! Bola alçada na área sobrou para Cittadini que bateu forte. A bola explodiu no poste esquerdo de Lomba, aos 19 minutos.

Resposta colorada à altura, quatro minutos depois. Rodinei recebeu de Marcos Guilherme, dominou, chutou e acertou a trave direita de Santos.

Aos 28, Rodinei cobrou falta com veneno. Santos espalmou para o lado e, no rebote, defendeu o chute com segurança, sem soltar. Inter equilibrou o jogo.

No último lance da primeira etapa, Edenilson cruzou na cabeça de Praxedes que mandou para fora.

Athletico se apresentou muito bem até a metade do primeiro tempo, com perigosas chegadas na área. Nos 15 minutos finais, o Inter equilibrou as ações e passou a ser mais agressivo, principalmente pelo lado direito.

2º Tempo

Início de segunda etapa truncada, tensa e pegada, com faltas e discussões entre os jogadores de Athletico e Inter.

17 minutos e Abner cruzou na cabeça de Carlos Eduardo. Lomba segurou sem dificuldades, no meio do gol.

Aos 29, Nikão recebeu na entrada da área e arriscou. Lomba defendeu.

Vitinho avançou pela esquerda, passou por Rodinei e soltou a bomba. Lomba espalmou para escanteio. Eram 46 minutos.

Um minuto após, cobrança de escanteio, Thiago Heleno apareceu nas costas de Moisés e cabeceou. A bola passou muito perto do gol.

Ficha técnica

Campeonato Brasileiro – 04/02/2021 – 34ª Rodada

Athletico 0 X 0 Internacional

Local: Arena da Baixada.

Horário: 21h00.

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG).

Cartões amarelos: Thiago Heleno, Cittadini, Richard (CAP); Moisés, Lindoso (INT).

Cartões vermelhos: – .

Gols: – .

Athletico: Santos; Jonathan (Zé Ivaldo), Thiago Heleno, Pedro Henrique e Abner; Richard, Cittadini (Kayzer) e Canesin (Christian); Jadson (Reinaldo), Nikão e Carlos Eduardo (Vitinho). TC: Paulo Autuori.

Internacional: Lomba; Rodinei, Lucas Ribeiro, Cuesta e Moisés; Lindoso (Zé Gabriel), Edenilson, Patrick (Caio), Praxedes (Johnny) e Marcos Guilherme (Peglow); Yuri Alberto (Abel Hernández). TC: Abel Braga.

Próximo confronto

O Athletico retorna a campo na quarta-feira, 10/02, às 21h30, contra o Corinthians, na Neo Química Arena. Disputa direta por vaga na Libertadores.



Últimas Notícias

Notícias

Jogador de meio tempo ?

Contratado no mês de maio Mais precisamente no dia 22/05. O meia David Terans foi anunciado como o novo reforço do Athletico. O jogador pertencia ao…

Notícias|Opinião

Arquibancada

Quem me conhece há mais tempo já me ouviu dizer que “a arquibancada é que é o meu lugar”. Para além do sentido literal, do…