10 fev 2021 - 23h27

Em confronto direto por vaga na Libertadores, Athletico fica atrás no placar por três vezes, mas busca o empate

Partida movimentada e com direito a seis gols. Três para cada lado.

O resultado da partida manteve a vantagem de dois pontos do alvinegro (que tem um jogo a menos disputado) sobre o Furacão na luta por uma vaga na Libertadores da América.

Paulo Autuori não pôde contar com Márcio Azevedo (lesão no joelho), Richard (suspenso), Erick (lesão na coxa), Cittadini (suspenso) e Lucho (cirurgia no joelho).

Confira como foi o jogo:

1º Tempo

Logo aos 2 minutos, Cantillo lançou Fagner – da defesa para o ataque – que tocou rápido, de cabeça, para Mosquito. Ele deu um chapéu na marcação e finalizou de canhota para marcar um belo gol.

Léo Natel avançou pelo meio, marcação não fechou e o atacante finalizou. O chute não saiu com muita força e Santos fez segura defesa, aos 7 minutos.

Mais dois minutos e Léo Natel apareceu sozinho na pequena área. Santos fechou muito bem o ângulo e o atacante não conseguiu finalizar com precisão.

Aos 10, Fagner cobrou falta pela direita, Otero subiu mais alto do que a defesa e cabeceou para fora.

GOLAÇO DE UM LADO, GOLAÇO DO OUTRO! Kayzer tocou para Canesin que abriu para Abner, livre, pela esquerda, que chegava de surpresa. O lateral disparou de canhota, no ângulo de Cássio! 1 a 1, com 13 minutos.

Mas quatro minutos depois, Fagner cobrou escanteio, Gil desviou de cabeça e Gabriel apareceu por trás da marcação e, de peixinho, desempatou para o Corinthians.

Aos 26 minutos, Léo Natel balançou na frente de Thiago Heleno e bateu de direita, rente à trave esquerda de Santos.

SANTOS! Mosquito recebeu bola enfiada de Bruno Méndez e tentou uma cavadinha em cima de Santos. O arqueiro rubro-negro salvou, com uma das mãos, aos 32 minutos.

FERNANDO CANESIN! Bola na área corintiana; chute de Jonathan da direita, Abner desviou e Cássio espalmou. A bola sobrou nos pés de Canesin que estufou as redes. 2 a 2! 33 minutos.

Athletico e Corinthians tentaram buscar a vitória desde o início, construindo com inteligência e valorizando a qualidade no passe. O Furacão – que vinha fazendo partidas com muita consistência no setor defensivo – esteve por duas vezes atrás do placar, mas soube aproveitar muito bem as oportunidades que criou e emptou o jogo.

2º Tempo

Athletico saiu rápido no contra-ataque; Vitinho partiu com a bola, fez o corte e bateu de direita, para fora. Eram 2 minutos.

DEFESAÇA DE SANTOS! Léo Natel e Fábio Santos fizeram boa jogada; Santos defendeu após chute do atacante e a bola sobrou limpa para Mosquito que finalizou em cima do goleiro. Salvou Santos, aos 6 minutos.

I-NA-CRE-DI-TÁ-VEL… Kayzer entrou na área, driblou Cássio, mas ficou sem ângulo para finalizar. Na sobra, Nikão chutou e Gil salvou com o corpo, em cima da linha. No rebote, Vitinho, na cara do gol, livre, finalizou e a bola explodiu no travessão. Eram 8 minutos.

No minuto seguinte, Vitinho recebeu na entrada da grande área e cruzou para Kayzer, mas o atacante – que apareceu por trás da defesa – não alcançou.

E quem não faz… Aos 10 minutos, Araos achou Mosquito atrás da defesa do Atheltico, pelo lado direito da área. Ele recebeu e bateu cruzado, forte e marcou o terceiro.

AGORA ELE GUARDOU! BUSCOU O EMPATE O FURACÃO! Nikão tocou para trás, Canesin recebeu e cruzou para Kayzer – na primeira trave – que deixou a bola passar. Vitinho aproveitou o furo do companheiro, dividiu com Bruno Méndez e mandou para o fundo das redes! 3 a 3, aos 27 minutos.

Detalhe: Vitinho marcou pela terceira vez na temporada. Foi seu primeiro gol após sério problema na perna e que quase encerrou sua carreira.

Lucas Piton cobrou escanteio e Gil apareceu mais alto do que a defesa e cabeceou com perigo, à direita de Santos. 47 minutos.

Ficha técnica

Campeonato Brasileiro – 10/02/2021 – 35ª Rodada

Corinthians 3 X 3 Athletico

Local: Neo Química Arena.

Horário: 21h30.

Árbitro: Jean Pierre Goncalves Lima (RS).

Cartões amarelos: – (CAP); Gabriel, Fabio Santos, Mateus Vital (COR).

Cartões vermelhos: – .

Gols: Mosquito (2’ 1T), Abner (13’ 1T), Gabriel (17’ 1T), Canesin (33’ 1T), Mosquito (10’ 2T), Vitinho (27’ 2T)

Athletico: Santos; Jonathan (Khellven), Pedro Henrique (Aguilar), Thiago Heleno e Abner; Alvarado (Luan Patrick), Christian (Vitinho), Canesin e Carlos Eduardo (Jadson); Nikão e Kayzer. TC: Paulo Autuori.

Corinthians: Cássio; Fagner, Bruno Méndez, Gil e Fábio Santos; Gabriel (Xavier), Cantillo e Araos (Lucas Piton); Mosquito (Ramiro), Otero (Mateus Vital) e Léo Natel (Jô). TC: Vagner Mancini.

Próximo confronto

O Athletico retorna a campo no domingo, 14/02, às 18h15, contra o Atlético-GO, na Arena.



Últimas Notícias

Copa do Brasil

Era uma vez…..

…. um time que vencia mas não convencia. Um time que tinha alguns padrões bem definidos e que quase sempre se repetiam jogo após jogo:…