25 fev 2021 - 23h22

Furacão encerra temporada com vitória e garante vaga na terceira fase da Copa do Brasil

Apesar de o Furacão não ter mais chances de classificação para a Libertadores deste ano, a vitória era fundamental para garantir uma premiação maior (R$ 19,8 milhões) e entrar direto na terceira fase da Copa do Brasil.

Em caso de tropeço, o Athletico poderia perder até três posições, já que Corinthians, Bragantino e Ceará estavam logo atrás. Nesse caso, a premiação cairia até R$ 5 milhões e o clube teria que entrar já na primeira fase da Copa do Brasil.

O Sport, já livre de chances de rebaixamento, disputava a última vaga na Sul-Americana de 2021, competição na qual o Furacão já garantira participação.

O time foi comandado à beira do campo pelo português António Oliveira, já que Paulo Autuori cumpre isolamento devido contaminação pelo Covid-19. O atual auxiliar não pôde contar com Thiago Heleno (suspenso), Richard (suspenso), Márcio Azevedo (lesão no joelho), Canesin (estiramento muscular) e Lucho (cirurgia no joelho).

Confira como foi o jogo:

1º Tempo

ARTILHEIRO! NIKÃO! Logo aos 6 minutos, troca envolvente de passes e Christian fez lançamento com extrema precisão para Kayzer, na área. Ele se esticou e tocou para o meio e Nikão, completamente livre, completou para o fundo das redes. 1 a 0 Furacão! Nikão assumiu a artilharia com nove gols na temporada (junto com Bissoli).

Aos 20 minutos, o técnico Jair Ventura abriu mão do esquema com três zagueiros e promoveu a primeira substituição.

Kayzer fez o pivô e acionou Carlos Eduardo no meio-campo que arrancou e tocou para Jadson na entrada da área. O meia dominou e bateu, mas no meio do gol, para defesa de Polli.

Após bom passe nas costas da defesa, Dalberto recebeu na frente, mas Santos – com muita frieza – saiu do gol e fez o corte providencial. Importante intervenção do arqueiro rubro-negro, aos 22 minutos.

29 minutos e Kayzer recebeu no meio e acionou Cittadini na esquerda que bateu de primeira, cruzado, e o goleiro Polli defendeu.

Três minutos depois, após cruzamento, a defesa do Athletico afastou parcialmente. Thiago Neves dominou, ajeitou, bateu e Santos defendeu sem problemas.

Quase um golaço! Aos 37, Carlos Eduardo se livrou de cinco marcadores e tentou uma cavadinha – cara a cara com o goleiro – por cima de Polli, mas o chute saiu fraco e a defesa conseguiu afastar. Pintura de Carlos Eduardo que por muito pouco não aumentou!

Aos 43, chance muito boa desperdiçada pelo Sport. Ewerthon recebeu na pequena área, chutou para o gol e Santos salvou. No rebote, novo chute, a bola bateu na defesa e saiu pela linha de fundo.

O Furacão começou melhor e conseguiu o gol logo no início. Depois, o Leão da Ilha cresceu de produção e equilibrou as ações, mas desperdiçou boas chances – como em lances com Dalberto e Ewerthon.

2º Tempo

VAR… Gol do Sport no primeiro minuto da primeira etapa. Thiago Neves pegou o rebote de Santos, após arremate de Adryelson, e tocou para o gol. O atacante estava impedido.

QUASE O SEGUNDO! Belíssima jogada articulada pelo Athletico. Abner abriu para Carlos Eduardo que, de letra, passou para Christian. Ele mais uma vez serviu Nikão com uma excelente assistência, mas o camisa 11, cara a cara com o goleiro, chutou e Polli salvou, aos 11 minutos.

Cinco minutos após, Abner tabelou com Bissoli e cruzou. Após o corte parcial, Jonathan bateu, mas pegou de canela e jogou a bola pela linha de fundo.

Em seguida, cruzamento da esquerda e Patric apareceu nas costas da defesa. Ele cabeceou sem direção e perdeu boa chance.

Aos 35, após boa jogada pela direita, Khellven cruzou – com categoria -, mas Carlos Eduardo cabeceou sem força, para defesa do goleiro.

BONITO DEMAIS! Bola girada de um lado para o outro; Khellven, da direita, descolou cruzamento perfeito, na cabeça de Cittadini que, no contrapé do goleiro, fez a bola morrer no fundo das redes! 2 a 0 Furacão!

O gol aos 40 minutos encerrou – com vitória – a participação do Athletico no Campeonato Brasileiro.

Ficha técnica

Campeonato Brasileiro – 25/02/2021 – 38ª Rodada

Athletico 2 X 0 Sport

Local: Arena da Baixada.

Horário: 21h30.

Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP).

Cartões amarelos: – (CAP); Adryelson, Jair Ventura (SPO).

Cartões vermelhos: – .

Gols: Nikão (6’ 1T) e Cittadini (40’ 2T).

Athletico: Santos; Jonathan (Khellven), Pedro Henrique, Zé Ivaldo e Abner; Christian (Aguilar), Cittadini, Jadson (Erick) e Carlos Eduardo (Walter); Nikão e Kayzer (Bissoli). TC: António Oliveira.

Sport: Luan Polli; Maidana, Adryelson e Rafael Thyere (Ewerthon); Patric, Marcão (Gustavo), Betinho, Thiago Neves, Maquinhos (Luciano Juba) e Júnior Tavares; Dalberto (Mikael). TC: Jair Ventura.

Próximo confronto

O Athletico retorna a campo no sábado, 27/02, às 17h15, contra o Cianorte, no Olímpico Regional, em partida válida pela primeira rodada do Campeonato Paranaense.

O clube e a “piazada do Caju” buscam o primeiro tetracampeonato consecutivo da história do Furacão.



Últimas Notícias

Copa do Brasil

Era uma vez…..

…. um time que vencia mas não convencia. Um time que tinha alguns padrões bem definidos e que quase sempre se repetiam jogo após jogo:…