25 fev 2021 - 23h22

Furacão encerra temporada com vitória e garante vaga na terceira fase da Copa do Brasil

Apesar de o Furacão não ter mais chances de classificação para a Libertadores deste ano, a vitória era fundamental para garantir uma premiação maior (R$ 19,8 milhões) e entrar direto na terceira fase da Copa do Brasil.

Em caso de tropeço, o Athletico poderia perder até três posições, já que Corinthians, Bragantino e Ceará estavam logo atrás. Nesse caso, a premiação cairia até R$ 5 milhões e o clube teria que entrar já na primeira fase da Copa do Brasil.

O Sport, já livre de chances de rebaixamento, disputava a última vaga na Sul-Americana de 2021, competição na qual o Furacão já garantira participação.

O time foi comandado à beira do campo pelo português António Oliveira, já que Paulo Autuori cumpre isolamento devido contaminação pelo Covid-19. O atual auxiliar não pôde contar com Thiago Heleno (suspenso), Richard (suspenso), Márcio Azevedo (lesão no joelho), Canesin (estiramento muscular) e Lucho (cirurgia no joelho).

Confira como foi o jogo:

1º Tempo

ARTILHEIRO! NIKÃO! Logo aos 6 minutos, troca envolvente de passes e Christian fez lançamento com extrema precisão para Kayzer, na área. Ele se esticou e tocou para o meio e Nikão, completamente livre, completou para o fundo das redes. 1 a 0 Furacão! Nikão assumiu a artilharia com nove gols na temporada (junto com Bissoli).

Aos 20 minutos, o técnico Jair Ventura abriu mão do esquema com três zagueiros e promoveu a primeira substituição.

Kayzer fez o pivô e acionou Carlos Eduardo no meio-campo que arrancou e tocou para Jadson na entrada da área. O meia dominou e bateu, mas no meio do gol, para defesa de Polli.

Após bom passe nas costas da defesa, Dalberto recebeu na frente, mas Santos – com muita frieza – saiu do gol e fez o corte providencial. Importante intervenção do arqueiro rubro-negro, aos 22 minutos.

29 minutos e Kayzer recebeu no meio e acionou Cittadini na esquerda que bateu de primeira, cruzado, e o goleiro Polli defendeu.

Três minutos depois, após cruzamento, a defesa do Athletico afastou parcialmente. Thiago Neves dominou, ajeitou, bateu e Santos defendeu sem problemas.

Quase um golaço! Aos 37, Carlos Eduardo se livrou de cinco marcadores e tentou uma cavadinha – cara a cara com o goleiro – por cima de Polli, mas o chute saiu fraco e a defesa conseguiu afastar. Pintura de Carlos Eduardo que por muito pouco não aumentou!

Aos 43, chance muito boa desperdiçada pelo Sport. Ewerthon recebeu na pequena área, chutou para o gol e Santos salvou. No rebote, novo chute, a bola bateu na defesa e saiu pela linha de fundo.

O Furacão começou melhor e conseguiu o gol logo no início. Depois, o Leão da Ilha cresceu de produção e equilibrou as ações, mas desperdiçou boas chances – como em lances com Dalberto e Ewerthon.

2º Tempo

VAR… Gol do Sport no primeiro minuto da primeira etapa. Thiago Neves pegou o rebote de Santos, após arremate de Adryelson, e tocou para o gol. O atacante estava impedido.

QUASE O SEGUNDO! Belíssima jogada articulada pelo Athletico. Abner abriu para Carlos Eduardo que, de letra, passou para Christian. Ele mais uma vez serviu Nikão com uma excelente assistência, mas o camisa 11, cara a cara com o goleiro, chutou e Polli salvou, aos 11 minutos.

Cinco minutos após, Abner tabelou com Bissoli e cruzou. Após o corte parcial, Jonathan bateu, mas pegou de canela e jogou a bola pela linha de fundo.

Em seguida, cruzamento da esquerda e Patric apareceu nas costas da defesa. Ele cabeceou sem direção e perdeu boa chance.

Aos 35, após boa jogada pela direita, Khellven cruzou – com categoria -, mas Carlos Eduardo cabeceou sem força, para defesa do goleiro.

BONITO DEMAIS! Bola girada de um lado para o outro; Khellven, da direita, descolou cruzamento perfeito, na cabeça de Cittadini que, no contrapé do goleiro, fez a bola morrer no fundo das redes! 2 a 0 Furacão!

O gol aos 40 minutos encerrou – com vitória – a participação do Athletico no Campeonato Brasileiro.

Ficha técnica

Campeonato Brasileiro – 25/02/2021 – 38ª Rodada

Athletico 2 X 0 Sport

Local: Arena da Baixada.

Horário: 21h30.

Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP).

Cartões amarelos: – (CAP); Adryelson, Jair Ventura (SPO).

Cartões vermelhos: – .

Gols: Nikão (6’ 1T) e Cittadini (40’ 2T).

Athletico: Santos; Jonathan (Khellven), Pedro Henrique, Zé Ivaldo e Abner; Christian (Aguilar), Cittadini, Jadson (Erick) e Carlos Eduardo (Walter); Nikão e Kayzer (Bissoli). TC: António Oliveira.

Sport: Luan Polli; Maidana, Adryelson e Rafael Thyere (Ewerthon); Patric, Marcão (Gustavo), Betinho, Thiago Neves, Maquinhos (Luciano Juba) e Júnior Tavares; Dalberto (Mikael). TC: Jair Ventura.

Próximo confronto

O Athletico retorna a campo no sábado, 27/02, às 17h15, contra o Cianorte, no Olímpico Regional, em partida válida pela primeira rodada do Campeonato Paranaense.

O clube e a “piazada do Caju” buscam o primeiro tetracampeonato consecutivo da história do Furacão.



Últimas Notícias

Sul-Americana

Caminhando pela América

Dentro de uma semana o Athletico volta a campo na primeira partida da equipe principal e num dos torneios cobiçados pelo clube na temporada: a…