17 abr 2021 - 18h08

Histórico: inofensivo e inoperante, Athletico é massacrado na Baixada e segue sem vencer no Paranaense

Em jogo adiado da segunda rodada do Paranaense, o Furacão enfrentou o Operário. A partida foi a primeira a ocorrer em Curitiba após flexibilização do decreto municipal (em virtude do coronavírus) que voltou a permitir o futebol na capital.

O Athletico tinha a intenção de mandar a campo os atletas titulares do elenco, mas, devido o jogo pela Sul-Americana no próximo dia 20 – no Equador -, o clube optou por escalar o time de aspirantes.

Acumulando até então duas derrotas em dois jogos, o Furacão fez sua estreia na Arena na temporada 2021. E tomou um “baile”.

O técnico Bruno Lazaroni não pôde contar com o zagueiro Lucas Halter (vetado).

Confira como foi o jogo:

1º Tempo

Primeira grande chance do jogo foi do Fantasma. Aos 9 minutos, Ricardo Bueno recebeu lançamento na área, ganhou de Luan Patrick, dominou e Bento fechou o gol. Milagre – com a perna direita – do arqueiro rubro-negro.

Aos 13, Matheus Anjos perdeu a bola na intermediária, Leandro Vilela ficou com ela e chutou de longe. Bento estava atento e espalmou para escanteio.

Khellven cobrou falta em cima de Simão que não apresentou dificuldade para agarrar a bola, aos 29 minutos.

Mais uma grande chance para o Operário. Bola longa na ponta direita do ataque. Bento saiu perigosamente da área, Jean Carlo aproveitou e tentou o chute, mas a bola foi para fora. Eram 32 minutos.

Três minutos depois, Jean Carlo, de novo, arriscou de fora da área e exigiu boa intervenção de Bento que espalmou para fora.

Aos 38, Yago avançou pela direita, lançou na área, mas Reinaldo não alcançou.

Yago fez jogada pela direita e tocou atrás para Kawan que mandou forte chute rasteiro de fora da área, para fora, aos 41.

45 minutos e Pedro Ken tocou para Djalma Silva que saiu driblando, até o fundo, e chutou cruzado. Bento desviou com a ponta dos dedos.

No minuto seguinte, Felipe Garcia roubou a bola, avançou, Luan Patrick não chegou a tempo e o jogador do Operário – cara a cara com Bento – finalizou para fora.

No último lance, Bento – o principal e único destaque do Furacão na primeira etapa – fez mais um milgre. Cabeçada à queima-roupa de Ricardo Bueno e São Bento evitou o gol.

Domínio total do time de Ponta Grossa. O Athletico chegou pouquíssimas vezes ao campo de ataque e não apresentou perigo ao adversário.

2º Tempo

No primeiro minuto, Jáderson mandou uma bomba em cobrança de falta. O goleiro espalmou mal e Mingotti, livre, sozinho, no rebote, mandou para fora.

No lance seguinte, Yago bateu colocado, de fora da área, e o goleiro se esticou todo para evitar o gol rubro-negro.

Chute cruzado de Jean Carlo. Bento não conseguiu agarrar, ainda tentou se recompor, mas Felipe Garcia aproveitou e mandou para o gol. 1 a 0 para os visitantes, aos 12 minutos.

Cinco minutos depois, falta para o Operário na esquerda. Tomas Bastos mandou na área e Felipe Garcia tocou, mas não conseguiu empurrar para o gol.

Aos 21, Leandrinho lançou bola longa da esquerda, Fábio Alemão ajeitou de cabeça e Ricardo Bueno ampliou o placar. 2 a 0.

Belíssima jogada do ataque visitante. Triangulação e boa troca de passes – aos 33 minutos – terminaram com mais uma intervenção de Bento.

Aos 37, Leandrinho, pelo lado direito, chutou rasteiro e Bento afastou com o pé.

Mais um. Após lançamento longo, Leandrinho recebeu, fez bela jogada se livrando da marcação de Edu e passou para Felipe Garcia empurrarar para as redes. 3 a 0, aos 39 minutos.

E aos 46, o Operário fechou o marcador. Khellven derrubou Djalma Silva dentro da área: pênalti. Na cobrança, Leandrinho bateu de um lado e Bento caiu do outro. 4 a 0.

Massacre na Baixada. Mais uma atuação muito fraca da equipe de aspirantes. Com muita propriedade, o Fantasma goleou o Athletico.

Ficha técnica

Campeonato Paranaense – 17/04/2021 – 2ª Rodada

Athletico 0 X 4 Operário

Local: Arena da Baixada.

Horário: 16h00.

Árbitro: Adriano Milczvski.

Cartões amarelos: Kawan, Jajá, Khellven (CAP); Alex Silva, Jean Carlo, Tomas Bastos, Leandrinho (OPE).

Cartões vermelhos: – .

Gols: Felipe Garcia (12’ 2T), Ricardo Bueno (21’ 2T), Felipe Garcia (39’ 2T) e Leandrinho (46’ 2T)

Athletico: Bento; Khellven, Luan Patrick, Edu e Jáderson (Vinicius Kaue); Kawan, Matheus Anjos (Geovane) e Jajá (Elias Carioca); Yago (João Victor), Mingotti e Reinaldo (Bissoli). TC: Bruno Lazaroni.

Operário: Simão; Alex Silva (Fabiano), Fábio Alemão, Odivan e Leandro Vilela (Felipe Garcia); Silva, Jean Carlo (Leandrinho) e Pedro Ken; Ricardo Bueno (Lucas Mendes), Tomas Bastos (Rafael Chorão) e Rafael Oller. TC: Matheus Costa.

Próximos confrontos

O Furacão retorna a campo na terça-feira, 20/04, às 21h30, contra o Aucas, no Equador, em partida válida pela primeira rodada da fase de grupos da Copa Sul-Americana.

Pela 4ª rodada do Campeonato Paranaense, o Athletico joga na quinta-feira, 22/04, às 16h00, contra o Cascavel CR, na Baixada.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Obrigado, Alberto!

Alguns vão julgar, “Cedo demais”… Mas para mim, já Deu!!!! Alberto Valentim: O LATERAL DIREITO, jamais será esquecido e estará entre os maiores camisas 2…