20 abr 2021 - 15h42

Sul-Americana, aí vamos nós!!!

Finalmente chegou a tão esperada hora. Começa a Conmebol Sulamericana para o Rubro Negro!

Hora de esquecermos a acachapante derrota em casa sofrida pelos meninos do Aspirante, e voltarmos nossos olhos para mais uma competição internacional. E esta, nós conhecemos bem!

O Athletico tenta o bicampeonato da competição com uma equipe de poucos remanescentes de 2018. Santos, Thiago Heleno, Zé Ivaldo, Márcio Azevedo, Lucho González e Nikão são os únicos que ainda permanecem no elenco.

Experiência internacional que soma-se à juventude dos Piás do Caju nesta edição 2021.

Mesmo com as mudanças de regras (somente o primeiro colocado passa à segunda fase), o sorteio favoreceu bastante o Furacão, que enfrenta, na fase de grupos, o peruano Melgar, o venezuelano Metropolitanos, e o equatoriano Aucas, contra quem estreamos nesta noite, jogando na altitude de Quito.

 

Vamos conhecer um pouco mais nossos adversários?

 

SOCIEDAD DEPORTIVA AUCAS (EQUADOR)

Primeiro adversário do Athletico nesta Copa Sul-Americana, nesta terça-feira, “La Equipo de La Selva Amazonica” enfrenta grandes problemas institucionais, financeiros e de saúde neste momento.

Um surto de Covid-19 atingiu o clube equatoriano, e de acordo com a imprensa local, vinte jogadores ficaram afastados do elenco principal na última semana. Como o Campeonato Equatoriano de Futebol possui limite de inscrição de apenas 28 atletas, o Aucas entrou em campo no último dia 12/04 com apenas 07 jogadores para enfrentar o Barcelona de Guayaquil.

Não bastasse o surto de Covid, noticiou-se ontem a FALÊNCIA da Sociedad Deportiva Aucas, com oficialização da justiça equatoriana e ação de penhora, em razão de antiga dívida com um dos dirigentes do clube, que gira na faixa de R$ 1,2 milhões de dólares. As informações que chegam por vários periódicos, dão conta de que a polícia teria tomado vários bens do clube em ação de arresto ontem pela manhã no estádio Chillogallo.

Fragilizado por ambos os acontecimentos, o Aucas tem a seu favor a altitude de Quito (2.850m), a experiência do meia argentino Victor Figueroa (37 anos) – um camisa 10 à moda antiga, além do faro de gols do centroavante Francisco Fydriszewski, emprestado pelo Newell´s Old Boys.

O Aucas chega à fase de grupos após haver superado os conterrâneos do Guayaquil City.

 

Primeiro Confronto contra o Athletico: dia 19/04 – às 21h30

Local: Estádio Gonzalo Pozo Ripalda (El Chillogallo) – Quito, Equador

 

METROPOLITANOS FC (VENEZUELA)

Desconhecido do público brasileiro, o Metropolitanos FC, é bastante jovem. Foi fundado em 2011, com planos ambiciosos de ser um dos grandes do futebol venezuelano e participar de competições continentais. A primeira delas, a Copa Conmebol Sulamericana de 2021.

Conhecidos localmente como “Los Violetas”, o Metropolitanos manda seus jogos no Estádio Olímpico de la Universidad Central de Venezuela, nos arredores de Caracas. O Estádio é poliesportivo: abriga também jogos de beisebol e rugby, e tem capacidade para 25.000 espectadores.

Sem grandes destaques individuais, o clube aposta na velocidade do seu ataque, especialmente nas jogadas conduzidas pelo meia colombiano Enrique Soto, e as finalizações do atacante argentino Tomás Pavone.

A passagem dos Violetas para a fase de grupos, foi adquirida após superarem em confronto local o Academia de Puerto Cabello, por 2×0 no último confronto em Caracas.

 

Primeiro Confronto Contra o Athletico: dia 28/04 às 19h15

Local: Arena da Baixada – Curitiba, Brasil

 

FOOT BALL CLUB MELGAR (PERU)

Apesar de pouco falado aqui no Brasil, o Melgar é um clube bastante tradicional, centenário, fundado em 1915 e disputa seus jogos na cidade de Arequipa no Peru, a 2.400m de altitude. Seu estádio (Monumental de UNSA) possui mais de 40.000 lugares e está aos pés do belíssimo vulcão El Misti, numa das paisagens futebolísticas mais impressionantes da América do Sul.

Porém, a tendência é que mande os seus jogos na Copa Sulamericana na capital Lima, e não em Arequipa. O que obviamente favoreceria o Athletico no que tange à logística de viagens.

Chamado de El Dominó, ou Los Rojinegros (rubro-negros), o Melgar é bicampeão nacional e possui 06 participações em Libertadores de Américas.

É talvez o clube que mais possa dar trabalho ao Athletico na fase de grupos da Sula.

Apesar da crise técnica e financeira que lamentavelmente atinge o futebol peruano, sua torcida, em tempos normais, é bastante presente e calorosa. Como referências técnicas da equipe, destacam-se o goleiro Carlos Cáceda, com passagens pela Seleção Peruana, o meia Alexis Arias e o centroavante argentino Bernardo Cuesta – grandalhão e referência na grande área.

Em confronto peruano, na eliminatória o Melgar eliminou o Carlos Manucci por 2×1 e garantiu sua passagem para a fase de grupos.

 

 

Primeiro Confronto Contra o Athletico: dia 04/05 às 21h30

Local: Indefinido (Lima ou Arequipa)



Últimas Notícias

Brasileiro

Saudades do ex? Por aqui, não.

Pela terceira rodada do Brasileirão, o Athletico foi até Porto Alegre para enfrentar o Grêmio de Tiago Nunes. Surpreendente na escalação, António Oliveira iniciou o…