11 maio 2021 - 21h06

Vitinho y nada más: iluminado, atacante decide mais um jogo, desta vez pela Sul-Americana

Athletico e Metropolitanos fizeram o segundo confronto entre as equipes na competição sul-americana. No primeiro – válido pela segunda rodada da fase de grupos – o triunfo também foi do Furacão, que venceu por 1 a 0, jogando na Baixada.

A equipe venezuelana atualmente é a lanterna do Campeonato Venezuelano e somava quatro derrotas nas últimas cinco partidas. Com o revés de hoje, o Metropolitanos está eliminado da Copa Sul-Americana. 

O Furacão vinha de derrota de 1 a 0 para o Melgar, em Lima (Peru), e a vitória contra os venezuelanos foi fundamental para a sequência do Rubro-Negro no torneio. O Athletico iguala, agora, o próprio Melgar em número de pontos. A equipe peruana ainda joga nesta quinta-feira – pela quarta rodada – contra o Aucas.

Necessitando da vitória, António Oliveira e Paulo Autuori escalaram uma equipe mais ofensiva para iniciar a partida. Erick foi colocado na sua posição de origem – meio-campo – e a lateral direita ficou por conta de Khellven – que vinha de boas performances nos jogos anteriores.

Nikão foi o desfalque do Athletico (suspenso) para o confronto. Destaque para Thiago Heleno: o General da Baixada fez seu jogo de número 200 vestindo o manto rubro-negro.

Confira como foi o jogo:

1º Tempo

Aos 5 minutos, primeira boa chegada do Athletico com passe de Jadson para Kayzer na área, mas o atacante se atrapalhou com a bola. Ela ainda sobrou para Erick que chutou para fora, com desvio para escanteio.

Aos 15, Jadson fez belíssimo toque, por cima, para Kayzer entrar na área, mas o goleiro se adiantou e atrapalhou o chute. A bola ficou viva para o atacante, mas ele demorou para empurrar para o gol, vazio. Grande oportunidade desperdiçada.

Moreno avançou e chutou forte de longe. A bola tocou as redes, pelo lado de fora. Eram 24 minutos.

Cinco minutos depois, após contra-ataque rápido, a defesa venezuelana tentou afastar, mas a bola sobrou para Kayzer – dentro da área – que tirou do goleiro, mas mandou muito perto da trave, para fora.

Erick precisou ser substituído aos 34 minutos, por lesão. Christian entrou no seu lugar.

Furacão chegou algumas vezes dentro da área do Metropolitanos, mas não conseguiu abrir o placar. Foram duas grandes oportunidades desperdiçadas na primeira etapa.

2º Tempo

No primeiro minuto, Vitinho atacou pela esquerda, com passe para dentro da área na chegada de Jadson. Ele tentou a finalização, mas parou na marcação.

Aos 6 minutos, Vitinho puxou jogada de ataque e tocou para Jadson que devolveu para ele. A bola bateu no meia e saiu como finalização, perto do gol de Giancarlo.

Dois minutos depois, Kayzer foi lançado e apareceu na frente do marcador. Mas ele ficou sem ângulo e chutou na rede, pelo lado de fora.

Aos 14, Jadson recebeu dentro da área e viu a chegada de Vitinho – em boas condições -, mas Giancarlo impediu a finalização.

ILUMINADO!!! VITINHO! O artilheiro rubro-negro dos últimos jogos recebeu de Khellven, cortou para dentro e mandou um belo chute colocado, de fora da área, no canto esquerdo do goleirão que ainda tocou na bola, mas ela morreu no fundo das redes. Furacão na frente, aos 15 minutos da segunda etapa!

35 minutos e Flores puxou ataque pelo meio e tentou chute de fora. Santos fez fime defesa.

Quatro minutos depois, Cittadini desviou bola que veio da esquerda, de Christian, mas ela saiu fraca, pela linha de fundo.

Fim de partida. Furacão iguala Melgar na pontuação, na luta pela primeira colocação.

Ficha técnica

Copa Sul-Americana – 11/05/2021 – 4ª Rodada

Metropolitanos 0 X 1 Athletico

Local: Estádio Olímpico de La UVC.

Horário: 19h15.

Árbitro: Derlis Lopez (PAR).

Cartões amarelos: António Oliveira, Khellven, Carlos Eduardo, Thiago Heleno e Abner (CAP); Ferro, Bahachille e Mancín (MET).

Cartões vermelhos: – .

Gols: Vitinho (15’ 2T)

Athletico: Santos; Khellven (Marcinho), Pedro Henrique, Thiago Heleno e Abner; Richard, Erick (Christian) e Jadson (Cittadini); Vitinho, Carlos Eduardo (Canesin) e Kayzer (Babi). TC: António Oliveira/Paulo Autuori.

Metropolitanos: Schiavone; Bolívar, Ferro, Falcón e Cova; Larotonda (Rosa), Bahachille, Flores e Martell (Mancín); Moreno e Pavone (Rentería). TC: José María Morr.

Próximos confrontos

O Athletico retorna a campo na quarta-feira, 12/05, às 15h30, contra o Londrina, na Baixada, pelo Paranaense.

Pela quinta e penúltima rodada da fase de grupos da Sul-Americana, o Furacão joga na quarta-feira, 19/05, às 21h30, contra o Melgar (PER), na Arena. O jogo deve definir a liderança e consequente classificado do grupo D para as oitavas de final.



Últimas Notícias

Brasileiro

Saudades do ex? Por aqui, não.

Pela terceira rodada do Brasileirão, o Athletico foi até Porto Alegre para enfrentar o Grêmio de Tiago Nunes. Surpreendente na escalação, António Oliveira iniciou o…