24 maio 2021 - 18h18

Furacão vence e garante vantagem para o jogo de volta no Paranaense

O Athletico venceu o Paraná Clube nesta tarde de segunda (24) na Vila Capanema, por 2 a 0. Com gols de Matheus Babi e Léo Cittadini, o rubro-negro garantiu um bom placar para o jogo de volta das quartas de finais do Campeonato Paranaense.

O Furacão veio a campo com um misto de jogadores da equipe principal, reservas e o time de aspirantes. Santos e Thiago Heleno fortaleceram o sistema defensivo, enquanto Carlos Eduardo apareceu no ataque para pegar ritmo de jogo, já que retorna de lesão.

Primeiro tempo

A primeira etapa seguiu, mais uma vez, à risca do que vem sem sendo as partidas do rubro-negro neste 2021. Sem boas transições entre o meio de campo e o ataque, o Athletico passou mais parte do tempo se defendendo do que atacando. O tricolor da vila chegou algumas vezes, mas sem sucesso.

A melhor chance do primeiro tempo foi dos mandantes. Aos 25 minutos a bola sobrou na área para Ramires, que teve o chute defendido pelo goleiro Santos. E foi só isso.

Segundo tempo

Devia o técnico português, António Oliveira, estar gostando do que viu no primeiro tempo. Já que o rubro-negro voltou a campo para o segundo tempo sem nenhuma alteração.

Pelo menos, o Furacão esboçou uma postura diferente dentro de campo na segunda etapa.

Mais ofensivo e explorando as laterais do campo, o rubro-negro abriu o placar. A bola sobrou na área para Marcinho, que bateu cruzado. Matheus Babi aproveitou e empurrou para as redes aos nove minutos, fazendo o seu primeiro gol com a camisa rubro-negra.

Mas toda essa ofensividade não durou muito tempo. O Athletico voltou a recuar, como sempre, para tentar “morrer abraçado” com o um a zero no placar.

O jogo voltou ao mesmo ritmo lento da primeira etapa, mas mesmo assim o rubro-negro ampliou. O zagueiro paranista Hurtado recuou para o goleiro Bruno Grassi, que na hora do “chutão” foi bloqueado por Léo Cittadini e a bola entrou.

O Paraná Clube foi para cima com o revés no placar e chegou a ter um pênalti aos 32 minutos do segundo tempo. Só que Gustavinho isolou.

O tricolor, que já não conseguiu ser muito ofensivo, sentiu o pênalti perdido e não chegou mais com perigo a meta rubro-negra.

Alerta para a situação de Thiago Heleno

O general saiu mancando aos 24 minutos e deve ser examinado nos próximos dias para saber a gravidade da lesão. O zagueiro já é ausência garantida na próxima partida do Furacão pela Sulamericana, já que fui expulso no último jogo da competição.

Próximas partidas

Com a vitória no jogo de hoje, o Furacão joga por um empate, ou até por uma derrota por um placar simples no jogo de volta das quartas de final do Campeonato Paranaense. A única dúvida é quando será realizado o jogo de volta. Em função do calendário do Athletico, a partida ainda não tem data prevista para acontecer.

Pela Sulamericana, o Furacão volta a campo na segunda-feira quando recebe o já eliminado Aucas na Arena da Baixada, às 21h30. O rubro-negro é o líder do grupo com 12 pontos, e precisa apenas de um empate para garantir a classificação para a próxima fase do torneio continental.



Últimas Notícias

Notícias

O Fanático paraguaio

Em 2010 o Athletico contratava um meia atacante paraguaio com pouca rodagem dentro de seu país e um currículo um pouco estranho. Iván González se…