24 jun 2021 - 23h42

Arbitragem se destaca, expulsa dois e Athletico sofre primeira derrota no Brasileirão

O domingo (20) foi de festa para o torcedor, que viu o Furacão bater o Atlético Goianiense por 2×1, de virada, com gols de Matheus Babi e Christian na Arena da Baixada. Mas nessa quinta feira era pra ser o Bahia e dessa vez não teve jeito. Com arbitragem no mínimo polêmica, o Athletico sofre sua primeira derrota no Brasileirão e perde os 100% de aproveitamento. O resultado deixa o Furacão na segunda posição, com 12 pontos e um jogo a menos.

Jogando novamente com 3 zagueiros, o Athletico começou o jogo desatento e viu o Bahia ser superior nos primeiros 10 minutos e, logo aos 12, teve Richard expulso em lance questionável. Desorientado, o rubro negro viu Patrick de Luca abrir o placar para o time da casa. Com um a menos e perdendo o jogo, Antonio Oliveira não hesitou em tirar Zé Ivaldo (que completava a centésima partida pelo clube) e colocar Léo Cittadini. A mudança melhorou o meio campo e a postura do Furacão que chegou ao gol de empate com Terans, aos 39. O uruguaio dominou dentro da área de concluiu um arremate certeira para fazer seu primeiro gol com a camisa do Athletico.

Na volta do intervalo, Oliveira promoveu a entrada de Carlos Eduardo no lugar de Kayser, anunciando que jogaria na contra ataque, mas a saída de Terans para entrada de Canesin, aos 20 da etapa complementar,  não trouxe o efeito esperado. Apesar de, aos 22, Christian acertar o travessão, foi Rossi quem balançou o barbante e botou, novamente, os baianos na frente. As entradas de Erick (voltando de lesão) e Jadson no lugar de Christian e Vitinho, respectivamente, aos 32 minutos já parecia uma tentativa desesperada de trazer de volta o bom futebol da primeira etapa. Mas quando Marcinho foi expulso, aos 41, após dar um pisão em Rossi, o atleta foi ao vestiário mais cedo e, com ele, qualquer chance de um empate.

Mesmo com a derrota, o Furacão é vice líder do campeonato, com um jogo a menos, e volta à campo contra a Chapecoense no domingo (27) às 20h, na Arena da Baixada.



Últimas Notícias

Copa do Brasil

Era uma vez…..

…. um time que vencia mas não convencia. Um time que tinha alguns padrões bem definidos e que quase sempre se repetiam jogo após jogo:…