24 jun 2021 - 23h42

Arbitragem se destaca, expulsa dois e Athletico sofre primeira derrota no Brasileirão

O domingo (20) foi de festa para o torcedor, que viu o Furacão bater o Atlético Goianiense por 2×1, de virada, com gols de Matheus Babi e Christian na Arena da Baixada. Mas nessa quinta feira era pra ser o Bahia e dessa vez não teve jeito. Com arbitragem no mínimo polêmica, o Athletico sofre sua primeira derrota no Brasileirão e perde os 100% de aproveitamento. O resultado deixa o Furacão na segunda posição, com 12 pontos e um jogo a menos.

Jogando novamente com 3 zagueiros, o Athletico começou o jogo desatento e viu o Bahia ser superior nos primeiros 10 minutos e, logo aos 12, teve Richard expulso em lance questionável. Desorientado, o rubro negro viu Patrick de Luca abrir o placar para o time da casa. Com um a menos e perdendo o jogo, Antonio Oliveira não hesitou em tirar Zé Ivaldo (que completava a centésima partida pelo clube) e colocar Léo Cittadini. A mudança melhorou o meio campo e a postura do Furacão que chegou ao gol de empate com Terans, aos 39. O uruguaio dominou dentro da área de concluiu um arremate certeira para fazer seu primeiro gol com a camisa do Athletico.

Na volta do intervalo, Oliveira promoveu a entrada de Carlos Eduardo no lugar de Kayser, anunciando que jogaria na contra ataque, mas a saída de Terans para entrada de Canesin, aos 20 da etapa complementar,  não trouxe o efeito esperado. Apesar de, aos 22, Christian acertar o travessão, foi Rossi quem balançou o barbante e botou, novamente, os baianos na frente. As entradas de Erick (voltando de lesão) e Jadson no lugar de Christian e Vitinho, respectivamente, aos 32 minutos já parecia uma tentativa desesperada de trazer de volta o bom futebol da primeira etapa. Mas quando Marcinho foi expulso, aos 41, após dar um pisão em Rossi, o atleta foi ao vestiário mais cedo e, com ele, qualquer chance de um empate.

Mesmo com a derrota, o Furacão é vice líder do campeonato, com um jogo a menos, e volta à campo contra a Chapecoense no domingo (27) às 20h, na Arena da Baixada.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Jogo da vida

Por curiosidade, fui verificar qual a possibilidade da queda do CAP para a segunda divisão, e apresentou 16.4%, preocupante em vista que estamos num bolo…

Fala, Atleticano

Flertando com a ZR

Como já disse, estou feliz por ser Bicampeão Sulamericano e estar na final do Copa do Brasil, mas, deste jeito não dá. Ontem mais uma…