14 set 2021 - 23h25

Caiu na rede, é peixe! Com golaço de Zé Ivaldo, Athletico sabe sofrer e carimba vaga na semi da Copa do Brasil

Após a vitória pelo placar mínimo na Arena da Baixada na primeira partida das quartas de final (gol de Kayzer), o Athletico viajou até Santos para decidir a vaga na semifinal da Copa do Brasil. Se na primeira partida os treinadores eram Antonio Oliveira e Fernando Diniz, a partida de volta marcou o duelo entre Fabio Carille (fazendo sua segunda partida comandando o peixe) e Bruno Lazaroni (auxiliado por Paulo Autuori).  A vitória por 1×0 marcou o reencontrou do Furacão com a vitória e colocou a equipe novamente na semifinal da Copa do Brasil.

O primeiro tempo foi marcado por muita tensão. Se de um lado o Santos pressionava, uma vez que jogava em casa e precisava da vitória para se classificar, o Athletico, que jogava pelo empate, tentava segurar o ímpeto inicial do adversário. Apesar de também sair um pouco para o ataque, o rubro negro teve poucas chances e não conseguiu surpreender muito o goleiro João Paulo. Pelo lado alvinegro, mais chances, apesar de não oferecer tanto perigo ao goleiro atleticano. A estatística que melhor resume o primeiro tempo é o número de faltas: 17 ao todo, sendo 14 cometidas pelo Athletico.

Pouca coisa mudou na segunda etapa. A pouca qualidade tática e técnica de ambas equipes ficou ainda mais evidenciada, apesar das propostas ficarem mais claras: o Santos pressionava e o Athletico buscava o contra ataque. A grande chance veio aos 32 minutos com passe magistral de Terans para a entrada de Pedro Rocha (que havia entrado no lugar de Kayzer), que finalizou mal para a defesa de João Paulo. No escanteio proveniente do lance, Zé Ivaldo acertou um belíssimo chute de canhota para abrir o placar.

Logo após o gol Marinho chegou a balançar o barbante, mas o tento foi anulado pois o atacante estava impedido. Porém, a expulsão de Christian (que havia entrado no lugar de Richard) aos 36 deixou o jogo tenso novamente. Precisando de dois gols, o Peixe nadou, nadou e nadou, mas nem os 5 minutos de acréscimo foram o suficiente para a equipe chegar ao gol. O Peixe morreu na praia e Furacão garantiu a vaga.

Mais uma vez na semifinal do torneio nacional, agora o Furacão aguarda a decisão do confronto entre Flamengo e Grêmio. As partidas da próxima fase ainda não tem data.



Últimas Notícias

Brasileiro

Desastre aéreo no Maracanã

O Athletico foi massacrado pelo Flamengo, que impôs 5 a 0, ao natural, nesse domingo(14), diante de 62 mil pessoas, no Maracanã, pela 22ª rodada…