21 set 2021 - 17h27

Raio X: Penarol

Retrospecto, Nikão e bola na rede. Essas são as apostas do Furacão para garantir vaga na final da Sulamericana 2021. O Athletico é o único time campeão do torneio na semifinal e aposta nisso para derrotar o Penarol e dar mais um passo em direção à Grande Conquista.

Campanha na Sulamericana 2021

Líder do grupo E, o Penarol terminou a primeira fase com quatro vitórias, um empate e apenas uma derrota, fechando a primeira fase com 13 pontos. Destaque para a marca de 15 gols a favor e apenas 3 sofridos (dois deles na derrota para o River Plate do Paraguai, na quinta rodada). Os outros adversários foram o Sport Huancayo, do Peru, e o Corinthians.

Nas oitavas, o adversário foi seu maior rival, o Nacional do Uruguai que caiu do grupo F da Libertadores (uma vitória fora de casa por 2×1 e a uma derrota em casa por 1×0). Já nas quartas, vida tranquila com duas vitórias contra o Sporting Cristal.

O CAP uruguaio chega à semi com 21 gols a favor e apenas 6 sofridos, tendo o melhor ataque e a segunda melhor defesa entre os semifinalistas (a melhor defesa é do Athletico, com apenas 5 gols sofridos), além do artilheiro da competição, Álvarez Martinez (9 gols).

Confronto direto

O retrospecto rubro negro é muito favorável. As equipes já se enfrentaram quatro vezes na história, com três vitórias e apenas uma derrota. O Athletico marcou gols em todas as partidas e não sofreu gols em duas oportunidades.

Em casa, o Furacão tem 100% de aproveitamento: 1×0 pela Libertadores em 2020 (gol do Bissoli) e 2×0 pelas oitavas de final da Sula em 2018 (gols de Marcelo Cirino e Pablo).

Já no Uruguai, 50% de aproveitamento: vitória por 4×1 na volta da Sula em 2018 (Nikão, Léo Pereira, Marcinho e Bruno Guimarães) e derrota na Libertadores 2020 por 3×2 (gols de Lucho e Richard).

Momento

O Penarol terminou o Apertura em terceiro lugar com 7 vitórias, 7 empates e 1 derrota. Na Clausura, já tem uma vitória e um empate. Apesar de não parecer muito, é bom ficar ligado: os uruguaios tem fama de copeiros.

Mesmo sem nunca ter vencido a Sulamericana, o CAP uruguaio conquistou a América 5 vezes, sendo a última delas em 1987. Nessa temporada, o técnico Maurício Larriera aposta na mistura entre juventude e experiência.

Olho neles!

Jogando no esquema 4-2-3-1 tanto em casa quanto fora, o Penarol se apoia na joia Álvarez Martinez, atleta de 20 anos da base da equipe, como referência. Facundo Torres, jovem meio campista, também precisa de atenção. Com 21 anos, ele tem 4 gols nessa edição do torneio.

O Penarol deve vir à campo com Kevin Dawson; Giovanni González, Carlos Rodríguez, Kagelmacher e Juan Manoel Ramos; Jesus Trincade, Gargano, Canobbio, Cappelini e Facundo Torres; Álvarez Martinez.

Carrasco

Nikão esteve relacionado nos quatro confrontos, mas não entrou em campo na primeira partidas das oitavas da Sulamericana em 2018 (vitória por 2×0).

Em contrapartida, Nikão soma um gol e duas assistências nas outras três partidas, com destaque para a grande jogada do gol da vitória por 1×0 na Libertadores de 2020.

O ídolo rubro negro deve deixar o clube ao fim da temporada e pode ter a chance de levantar mais uma taça importante com a camisa do Furacão.

Onde? Quando?

A primeira partida da semifinal será realizada no estádio Campeón de Siglo, em Montevidéo. A cancha tem capacidade para mais de 40 mil torcedores, mas em razão dos protocolos de segurança em relação ao Covid 19 “apenas” 16 mil torcedores estão autorizados a acompanhar a partida in loco.

A bola rola às 21h30 desta quinta-feira, 23 de setembro, e a partida será transmitida ao vivo pela CONMEBOL TV.



Últimas Notícias

Opinião

O Furacão voltou

Não podia ser num jogo qualquer… Nosso retorno para casa tinha que ser numa semi-final de Copa do Brasil, contra o badalado e protegido Flamengo,…

Sul-Americana

Confira como ir ao Uruguai

Logo após a classificação diante do Peñarol pelas semifinais da Sul-americana 2021, a enorme procura dos torcedores pelas passagens aéreas de Curitiba a Montevidéu acabou…