1 out 2021 - 0h00

Pode vibrar, povão Atleticano!!!! Furacão mata o Peñarol e está na final da Copa Sul-Americana!!!

Foi lindo.
Foi épico.
Foi mágico.

O CEO do clube ainda insiste em não abrir os portões da Arena da Baixada para a massa rubro-negra. Mas não foi suficiente para evitar que milhares de atleticanos se reunissem nas imediações da Baixada e iniciassem a festa, do lado de fora do estádio, e que incendiou os jogadores durante a partida.

O combustível partiu, mais uma vez, do nosso povão! E como fez bem!

QUE FESTA MARAVILHOSA!!!!!

Vibra torcedor rubro-negro! Morde as costas, rival! Continue ignorando, imprensa do Eixo pois não precisamos de vocês para poder comemorar!!!

ESTA NOITE NINGUÉM CHORA, E NINGUÉM PODE CHORAR!!!!

RESERVEM SUAS PASSAGENS, RACHEM A GASOLINA DO CARRO, ARRUMEM OS PASSAPORTES, RESERVEM OS HOTÉIS!!! AGORA É OFICIAL!!! VAMOS A MONTEVIDEO!!!!

O CLUB ATHLETICO PARANAENSE ESTÁ NA FINAL DA SUL-AMERICANA 2021.

Jogando dentro de casa e dentro do espírito Copeiro e da “casca” habitual adquirida nos últimos anos, o Athletico venceu, conveceu, moeu, arrasou, e fechou o caixão do Peñarol, lavando a nossa alma e nos fazendo crescer novamente o sentimento de que A MELHOR COISA DO MUNDO É TORCER PARA O CLUB ATHLETICO PARANAENSE.

Uma partida maiúscula de um time que a cada ano prova às Américas que é difícil de ser batido em uma competição internacional. Santos pegando pênalti, Zé Ivaldo colocando o destaque deles, Canobbio, no bolso. Richard, duramente criticado por tantos (inclusive por este que vos escreve), soberbo na marcação e na saída de jogo. O talismã Pedro Rocha assinalando seu 4o. gol em 3 jogos. Letal. Decisivo. A camisa do Athletico lhe cai muito bem.

E Nikão. Ah, Nikão.

Como eu queria que você não fosse embora! Como eu queria ter argumentos pra te convencer a ficar aqui!

Nikão merece um capítulo à parte sobre esta partida. Jogou com uma tremenda classe. Fez gol, deu assistência, prendeu bola no ataque. Foi um regente, um maestro, o líder da equipe. Fez uma de suas melhores partidas com a camisa do Athletico. E provou porque é o maior ídolo deste elenco e definitivamente escreve seu nome na história deste clube.

O jogo foi disputado em seu início. Peñarol pressionando, mas de forma desorganizada. Athletico esperando e saindo nos contragolpes. Muito bem montado por Paulo Autuori e errando muito pouco, o Furacão matou o jogo nas saídas do adversário.

Bola conduzida desde a intermediária por Terans, que tenta levar a marcação de Kagelmacher. Não consegue, e rola pra Nikão fuzilar: 1×0.

Peñarol acorda e tenta equilibrar as ações. Numa falha de Erick, que precipitadamente atinge Canobbio na área, brilha a estrela de Santos, que defende a cobrança de Ceppelini. O Peñarol praticamente desiste do jogo, e dali até o fim da partida, não ameaça com perigo o Furacão.

No segundo tempo, Athletico consolida a vitória numa assistência de Nikão e linda jogada individual de Pedro Rocha.

Está definitivamente carimbado o passaporte para a Final da Sula.

 

Vamos aos lances do jogo, pra vc poder relembrar e guardar….

 

PRIMEIRO TEMPO

5´ – Lançamento de Canobbio, Facundo Torres perde o gol com Santos já batido.

10´ – Bissoli chuta forte de fora da área para boa defesa de Dawson.

19´ – Marcinho cruza para a área e não encontra ninguém.

24´- GOOOOOOOLLLLLLLL!!!!! Terans faz a jogada desde a intermediária, não se desvencilha do zagueiro, mas rola para Nikão fuzilar no canto esquerdo baixo do goleiro Dawson. 1X0!!!!

26´- Cruzamento para a área do Athletico, Santos falha feio, solta a bola nos pés de Ceppelini, que acerta o travessão. Thiago Heleno salva no rebote antes que a bola chegasse à cabeça de Alvarez Martinez.

29´ – Erick comete pênalti numa chegada atrasada sobre Canobbio, juizão assinala. Apesar das reclamações de Paulo Autuori, e consulta ao VAR, mantém-se a decisão.

32´- Péssima cobrança de Ceppelini e SANTOOOOOOSSSSSS salva o Athletico!!! SANTÁSTICO!!!

41´- Nikão tenta jogada pela direita e cruza para desvio da zaga uruguaia.

44´ – Escanteio para o Peñarol, Facundo Torres cabeceia à direita do gol de Santos, sem perigo.

47´ – outra patada de Bissoli de fora da área, para uma defesa difícil de Dawson. QUASE!

 

SEGUNDO TEMPO

55´- Primeiros 10 minutos e nenhum lance de emoção. Athletico controla bem a partida e não deseja sofrer riscos.

63´- Primeiras mudanças no Furacão

Erick sai para entrada Cittadini

Pedro Rocha no lugar de Terans

67´- Em boa jogada, Pedro Rocha lança Abner, que chuta à direita de Dawson. Perigoso,

74´- Nikão desfila em campo. Domina bola, prende, organiza o time… melhor da partida, disparado.

80´- GOOOOOOOOOLLLLL DO ATHLETICO…. Jogadaça individual do talismã Pedro Rocha após assistência de Nikão…. EMOÇÃO EMOÇÃO NA ARENA.

83´ – Renato Kayzer recebe a bola de Abner, faz o pivô e chuta forte à direita do gol do Peñarol.

89´- Kagelmacher aproveita bola rebatida na área e chuta para fácil defesa de Santos.

93´- FIM DE JOGO!!!! O ATHLETICO ESTÁ NA FINAL DA COPA SUL AMERICANA.

 

O Athletico enfrentará o Red Bull Bragantino em final única, no mítico Estádio Centenário em Montevideo, Uruguai, no dia 20/11/21.

Posteriormente, a Furacao.com dará notícias sobre a carga de ingressos, modos de venda e dicas para quem pretende viajar ao Uruguai. FIQUE LIGADO!!!!

 

ATHLETICO: Santos, Pedro Henrique, Thiago Heleno e José Ivaldo (Nicolas). Marcinho, Erick (Léo Cittadini), Richard (Lucas Fasson) e Abner; Nikão, David Terans (Pedro Rocha) e Guilherme Bissoli (Renato Kayzer). Técnico: Paulo Autuori

PEÑAROL: Dawson, Gonzalez, Rodriguez, Kagelmacher e Ramos (Valentín Rodriguez); Jesús Trindade, Canobbio (Alonso), Gargano, Ceppelini (Ariel Nahuelpan) e Facundo Torres (Laquintana); Alvarez Martinez (Gaitán). Técnico: José Maurício Larriera



Últimas Notícias

Copa do Brasil

Vale vaga na final

Depois do empate em dois gols entre Athletico e Flamengo pela partida de ida das semifinais da Copa do Brasil 2021, as equipes tiveram resultados…

Brasileiro

Cuidado!

  Foco na competição: No Brasileirão o Athletico ainda tem 11 jogos para disputar, o equivalente 33 pontos. Seis jogos em casa, cinco jogos fora.…