O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
9 out 2021 - 14h55

300 vezes “Big Nick”

Inspirado pela bela e competente jornalista, Monique Silva do “Um Dois Esportes”, resolvi escrever um texto sobre Nikão. Provavelmente não ficará tão bom como o dela, mas mesmo assim tentarei…

Sim, o “Big Nick”… Nosso camisa 11.

Nikão chegou em 2015, ao clube e sua primeira aparição com a camisa Atlheticana, me deixou abismado.. Visivelmente acima do peso, era tratado como uma “joia” que não teve as oportunidades nos clubes que passou…

Vinha ao clube e o via como a última chance numa carreira que passou. Fora dispensado por Levir Culpi, então técnico do Galo, em uma das suas “Seiscentas ” passagens pela Cidade do Galo..

Nikão teve uma infância complicada como a maioria das crianças brasileiras e na juventude, problemas sérios com a “Vida Boêmia”…

Então o que esperar de um cara desse??

Sim, ele deu a volta por cima.. Perdeu peso e mostrou que quando se quer muito algo, você consegue chegar lá;

Nikão está a sete anos no Athletico e digo sem medo de errar.. É um dos cinco maiores jogadores da História do Athletico Paranaense.. Com sua humildade e profissionalismo cativou a todos no clube e a torcida então.. Essa e me incluo, não consegue imaginar o dia que não teremos o camisa 11, nos encantando e abrilhantando com suas jogadas..

Nikão merecia uma chance na seleção brasileira, que viu nos últimos anos uma série de “Pés de Rato” ( Sinônimo de Jogador ruim) de vários cantos desconhecidos e sem tradição no mundo da bola e nosso “pia” , sempre fazendo boas atuações e sendo constante e principalmente, levantando taças…

E foram várias…

Hoje no retorno da torcida a sua casa, ainda bem que o clube voltou atrás, o menino que chegou humilde, fora de forma e sendo taxado como mais um que veio, sei lá fazer o que no CAT do Caju, completa “300 Jogos com a nossa camisa”, uma pena que estamos na Pandemia, mas ele merecia uma Arena, lotada, pulsante, para aplaudi-lo de pé…

Possivelmente no final do ano, Será a despedida do camisa 11 do clube.. Afinal, a carreira de jogador é curta e muitas pessoas dependem dele para viver e ter conforto na vida..

Sentirei saudades, Nikão.. Mas se caso sair do clube.. vá em paz e saiba, que você já entrou na história e estará marcado em nossos corações.. Terei orgulho de falar aos meus filhos e netos que vi você jogar e honrar nosso manto.

Como poucos…

Obrigado, Nikão!!!!

Texto da Monique Silva: https://www.umdoisesportes.com.br/colunas-e-blogs/arquibancada-virtual/o-nikao-do-athletico-desfrutem-enquanto-e-tempo/



Últimas Notícias

Brasileiro

Desastre aéreo no Maracanã

O Athletico foi massacrado pelo Flamengo, que impôs 5 a 0, ao natural, nesse domingo(14), diante de 62 mil pessoas, no Maracanã, pela 22ª rodada…

Libertadores

Vamos, oh meu Furacão

Os pouco mais de 1.800 km que separam Curitiba de La Plata começaram a ser enfrentados por centenas de atleticanos desde o último fim de…