28 out 2021 - 0h12

Em dia de Furacão: com um a menos, Athletico atropela o Flamengo no Maracanã e garante vaga na final da Copa do Brasil 2021

Mesmo sem grama sintética e com um jogador a menos no segundo tempo, o calor carioca foi abalado por um Furacão na tarde dessa quarta feira (27). O Athletico precisava vencer por um placar simples no Maracanã para garantir a vaga na final da Copa do Brasil mas fez além. Os 3×0 em cima do Flamengo lavaram a alma da torcida atleticana.

Com penalti claro logo no inicio do jogo, Nikão colocou o Athletico em vantagem. Com o modo “saber sofrer” ligado, o Flamengo muito pressionou, mas com pouca eficiência e quando acertava a meta atleticana parava em Santos, cuja noite de gigante mostrou ao país inteiro o motivo de suas seguidas convocações para a seleção brasileira. Jogando nos contra ataque, o Furacão chegou ao segundo gol no fim do primeiro tempo mais uma vez com Nikão, após assistência de Kayzer. Nem os 10 minutos de acréscimo foram suficientes para o Flamengo descontar.

Apesar da arbitragem em campo dar pênalti para o Flamengo, o VAR voltou atrás e anulou a marcação, já no segundo tempo. O Flamengo pressionava desde os minutos iniciais e o Athletico apenas se defendia, com chutões e grandes defesas de Santos. O jogo parecia tomar contornos dramáticos com a expulsão de Khelven, que havia acabado de entrar, mas em contra ataque puxado por Zé Ivaldo, ele mesmo finalizou e deu os numeros finais à partida.

Em sua terceira final de Copa do Brasil, o adversário da vez será o Atlético-MG. Badalado, os mineiros foram semifinalistas da Libertadores e são líderes do Brasileirão, além de contar com os atacantes Hulk e Diego Costa.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Jogo da vida

Por curiosidade, fui verificar qual a possibilidade da queda do CAP para a segunda divisão, e apresentou 16.4%, preocupante em vista que estamos num bolo…

Fala, Atleticano

Flertando com a ZR

Como já disse, estou feliz por ser Bicampeão Sulamericano e estar na final do Copa do Brasil, mas, deste jeito não dá. Ontem mais uma…