O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
7 dez 2021 - 9h53

Não precisava ser assim!

Foi um sufoco, mas, conseguiram escapar da degola na penúltima rodada, e agora estão pensando na Copa do Brasil. Que bom!

Para mim, poderia ser bem diferente, não que deveria somente priorizar o Brasileirão, teriam na verdade que priorizar todas as competições que participaram, só que o plantel não ficou a altura da grandeza do CAP.

Tem jogadores que realmente merecem ficar para a temporada de 2022, e a grande maioria deveria ser emprestada dos que ainda tem contrato de longo prazo e dispensados aqueles em que o contrato já estiver encerrando-se. Está lógica que ao meu ver, seria mais benéfica ao CAP do que ficar mantendo algumas figuras carimbadas da torcida, que não rende e nem irão render para o futuro.

E ao invés de se manter eles, os dispense e os empreste, para trazer jogadores de qualidade para a gente competir de igual para igual na Libertadores, Brasileirão e Copa do Brasil ano que vem. Até posso dizer que o Cano que jogava no Vasco é uma boa opção para o nosso ataque. E os nosso “olheiros”, que sejam mais criteriosos e observem melhor o mercado, tem muito jogador de qualidade, que no CAP iria se dar bem, e olhar o mercado também na questão de um técnico. Nada contra o Valentim, mas de experiência a torcida já está careca de saber que não vai dar certo ou que irá passar por um fio como foi este Brasileirão. Valentim até pode vir a se consagrar campeão da Copa do Brasil, só que ainda falta muito para ele ser um Cuca, Tele Santana, Luxemburgo e outros técnicos que contestados ou não, são expert no assunto futebol, agregador de jogadores e o fazem produzir a contento.

Não, não estou esquecendo do paranaense, mas, porque trouxeram técnicos vividos na área e acredito que a base bem treinada e orientada por eles, vai dar conta do recado.

Fora isso, agora é focar em 2022 e procurar o melhor no mercado para que se brilhem em todos os campeonatos.



Últimas Notícias

Libertadores

Vamos, oh meu Furacão

Os pouco mais de 1.800 km que separam Curitiba de La Plata começaram a ser enfrentados por centenas de atleticanos desde o último fim de…