O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
16 dez 2021 - 17h31

2022, futebol em primeiro lugar

Após uma temporada de alto e baixos no decorrer deste 2021, agora temos que pensar em 2022, e a pergunta que sempre nós fazemos. Quem vem, quem sai e quem fica.

Será um 2022 cheio de compromissos. Campeonato Paranaense, Copa do Brasil, Campeonato Brasileiro e um jogo contra o Campeão da Liga Japonesa e outro contra o Palmeiras devido ao título da Sulamericana, até onde eu estou lembrado. Por este motivo o plantel tem que ser coerente e de alto nível técnico e profissional.

E justamente isso que faz o torcedor atleticano, pensar no plantel que hoje temos e como iremos trazer jogadores para que supram às necessidades do CAP.

E nesta questão, teremos que reforçar o grupo com jogadores de ponta, qualidade e técnica indubitável. Estes jogadores que por ventura sejam contratados, terão a missão de elevar o patamar do CAP, para que em 2023, quem sabe estejamos disputando a final do Campeonato Mundial de Clubes.

Só que para isso o investimento no capital imaterial e humano do clube, tem que ser pesado ou pelo menos consciente na escolha do haver de melhor no Brasil e no mundo dentro do padrão de gastos do CAP, mas, acredito que devemos dar um passo maior desta vez se quisermos chegar à um patamar que poucos clubes no Brasil chegaram e no mundo também.

Lógico que pés no chão é a razão e bom senso, mas uma loucura ou outra também é saudável. Já em relação ao comandante entre as quatro linhas, o nome tem que ser bem avaliado. O perfil do CAP exige um comandante audacioso, exigente, capacitado para a função e agregador de seus comandados.

Difícil de achar no mercado, mas, não impossível. caro sim, mas o custo x benefício no decorrer do exercício será absorvido com o bom desempenho e títulos conquistados que atrairá investimentos, já que o futuro aponta para um clube CIA ou S.A. como seja, o que irá casar em harmonia, o rendimento da capitalização e os ganhos no futebol.

Eu espero isso, já que o patamar que nos encontramos neste momento, requer investimento de porte maior que os de hoje empregados para obter um futebol campeão.



Últimas Notícias

Brasileiro

Empate com gosto amargo

Na última partida do domingo (18), Athletico e Cuiabá se enfrentaram pela 27ª rodada do Brasileirão no Joaquim Américo diante de pouco mais de 17…