21 fev 2022 - 21h20

A busca por um título inédito

Os campeões da Sul-Americana e Libertadores de 2021, Athletico e Palmeiras começam nesta quarta (23) às 21h30, na Arena da Baixada, a busca por um título inédito: o de campeão da Recopa Sul-Americana.

Os dois clubes tiveram a chance de conquistar essa taça nos últimos anos, porém ambos acabaram derrotados por equipes argentinas. O Furacão decidiu em 2019, quando venceu o River Plate em casa, mas foi derrotado no Monumental de Nuñez. Já o Palmeiras, teve a chance em 2021 e acabou sendo superado nas penalidades pelo Defensa y Justicia. Dessa vez a final é brasileira.

Para a torcida rubro-negra, a expectativa é grande para mais uma decisão, podendo ser o quarto título internacional nos últimos 4 anos, somado as Sul-Americanas 2018 e 2021 e Levain Cup 2019.

O jogo

A equipe principal do Furacão vem para o seu terceiro jogo no ano, após vitória sobre o Rio Branco e empate no clássico Atletiba, pelo Campeonato Paranaense. O técnico Alberto Valentim repetiu a escalação nos dois primeiros jogos, exceto apenas por uma mudança, onde o centroavante Pablo ganhou a vaga no ataque.

A tendência é de manutenção da equipe, ficando em aberto as vagas nas pontas direita e esquerda: Santos, Marcinho, Pedro Henrique, Thiago Heleno e Abner, Erick, Matheus Fernandes e Leo Cittadini, Davi (Julimar), Reinaldo (Terans) e Pablo. Também existe a expectativa para estreia do camisa 10, Marlos, com a camisa atleticana.

O confronto também marca o reencontro do Athletico com jogadores que fizeram parte da história recente do clube, goleiro Weverton, meio-campo Raphael Veiga e o atacante Rony, todos campeões pelo rubro-negro.

Torcida

Não haverá venda de ingressos para torcida atleticana, devido a limitação de 70% da capacidade do estádio, ficando o acesso apenas para os sócios. Mesmo assim, é esperando um bom público para a decisão, sendo mais uma vez o Caldeirão uma das esperanças para o Furacão sair em vantagem na primeira partida da final.



Últimas Notícias

Opinião

Passo a passo

O mundo anda acelerado demais. Era um processo que já vínhamos passando mas parece que se acelerou no período pós pandemia, pois todo mundo parece…

Brasileiro

Empate com gosto amargo

Na última partida do domingo (18), Athletico e Cuiabá se enfrentaram pela 27ª rodada do Brasileirão no Joaquim Américo diante de pouco mais de 17…