O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
24 mar 2022 - 20h01

Deste jeito não vai dar para ser feliz!

Sei que no futebol, nem todos os jogos poderão ser vencidos, só que perder para um grupo de jogadores que no papel e pelo decorrer do campeonato, não são melhores que os foram a campo pelo CAP, é passar vergonha na Baixada.

E tem explicação para isso, pelo menos eu procurei tentar achar uma, mesmo não fazendo parte de nada deste clube, e sim, somente ser um torcedor de décadas à fio, sem nunca ter deixado de amar, aplaudir, incentivar e até ir às lágrimas pelas conquistas que alcançamos no passado do tempo do estádio de tijolinhos como ficou carinhosamente à ser chamado pela torcida, como nos tempos da majestosa Arena.

Só que nunca vi um grupo de jogadores, demonstrarem tanta falta de comprometimento com o CAP. E vamos ao que eu vi.

Primeiro o nosso goleiro Santos que já foi uma referência ou ainda é, mas, está esquecendo disso neste momento pelo primeiro gol que levou, devido à sua jogada, digamos, equivocada. E que faz tempo que está parecendo o Werveton, quando quis sair do CAP, não fazia à menor questão de jogar bem. Não sei se subiu a cabeça dele às convocações para a Seleção, ou pelo título Olímpico, ou até pela proposta e interesse do Flamengo. Uma coisa é certa, está na hora de deixar o Santos no banco para refletir e colocar o Bento para jogar.

Sei que o Bento é novo, e falta bagagem, mas o Petráglia deveria o ter colocado no grupo dos aspirantes para ir pegando está bagagem no estadual e não ficar olhando passivamente às coisas acontecerem, sem tomar uma atitude para a solução do problema.

Outra situação é a zaga. O Thiago Heleno, está dando sinais que já está pesando às chuteiras nos pés e acaba cometendo jogadas absurdas e favorecendo o adversário, e não foi à primeira. E pelo vista, nem temos mais um jogador de zaga para chamar de xerife, já que Pedro Henrique é instável e tem jogadas para lá de atabalhoadas também.

Contratamos jogadores à granel este ano, gastamos o que tínhamos e não tínhamos para isso, e não conseguimos entender o porque destes planejamentos esdrúxulos que nos levam à perder até um estadual sem adversários à nossa altura.

E não esquecendo. O Petráglia tem que repensar à permanência do Alberto Valentim, que no passado foi um ótimo jogador, mas, como técnico, ainda não se afirmou e pelo vista nunca irá se afirmar também. Experiências já fizemos muitas vezes com técnicos, e sempre acabaram ruim, com exceção do Thiago Nunes que foi uma grata surpresa. Infelizmente o dinheiro falou mais alto na renovação do contrato que causou uma grande tristeza e frustração para à Nação Rubro Negra, com a sua saída do CAP. E até hoje não conseguimos mais emplacar um técnico como ele. Que não era conhecido, mas, virou uma notória figura no mundo do futebol, depois de sua passagem pelo CAP.

Hoje temos um plantel que é mil vezes melhor que tinha o Thiago Nunes, e não temos um comandante que possa colocar este grupo em campo para jogar de forma técnica. Parecem um bando de amontados jogadores e atabalhoados em campo. Aí facilita a vida até do Ibis que faz força para não ganhar de ninguém.

E Valentim, suas desculpas já não são mais aceitas, veio até como surpresa sua contratação em substituição ao Antônio Oliveira, até acredito que por falta de opções no mercado ou pelo valor que muitos praticam, mas, não valem o preço que cobram.

Então Valentim, como sempre enaltece seu amor pelo CAP, seja humilde, e peça a conta já que o Petráglia não tem coragem de o demitir, e supostamente parece que não permite que Alexandre Mattos, também o faça, porque sem o aval do MCP, ele não pode fazer muita coisa. Então Valentim, seja honrado com o CAP e saía do clube o torcedor não aguenta mais ver o seu esquema tosco em campo e já fazem pelo menos uns cinco meses que está no CAP e não aconteceu nenhuma evolução, muito pelo contrário, uma regressão em todos os aspectos.

Espero que o Petráglia esteja vendo isso em campo, e ouvindo a torcida, porque com Alberto Valentim, não vai chegar a lugar algum este ano e arrisca brigar para não cair no Brasileirão e ainda servir de chacota para os adversários e manchar a imagem do CAP, já que gosta de alardear, que vai conquistar campeonatos importantes, mas, à realidade que estamos vendo em campo pode ser bem outra e com investimentos altos sem aproveitamento adequado. Ano passado parece que não serviu de lição para o Petráglia, quase caímos e só não aconteceu, porque tinha clubes piores, só que sorte não bate duas vezes na porta Petráglia.

Acorda Petráglia, porque até hoje, o Alberto Valentim, não mostrou que é um técnico qualificado para o CAP e também pode rever à permanência de alguns jogadores que parecem que esqueceram quem os despontou para o mundo da bola.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Resumão

Resolvi escrever o texto somente hoje… Depois do jogo do Ceará, em que o time fez uma boa partida, curiosamente não foi comandado por Felipão…

Fala, Atleticano

Expectativa

Pois é, o que tenho agora é uma expectativa em relação ao futuro do CAP neste ano. Mudamos de técnico, alguns jogadores chegaram, outros foram…