O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
4 abr 2022 - 14h41

Está difícil!

Não sei como está o mercado internacional para técnicos, mas, aqui no Brasil, a coisa está feia. Temos somente medalhões que no passado eram consagrados, só que agora, estão defasados em suas carreiras, ou seja, nos seus conhecimentos.

Um bom exemplo de técnico para ser um parâmetro comparativo com os medalhões de pijaminha, é o Abel Ferreira, o “português” do Palmeiras. Um vencedor. Tem um repertório tático e técnico que não vemos em nossos nacionais técnicos, nem nos novos, quanto mais nos antigos.

Vejam como é as coisas. O Corinthians trouxe um português para o clube e voltou a vencer, o Flamengo contratou outro português e também começou a vencer novamente. Temos ainda outros estrangeiros atuando no Brasil, como o argentino do Fortaleza que fez um excelente trabalho na temporada passada. E isso deixa evidente que os nossos técnicos deixaram de estudar, deixaram de se aprimorar e vive só do nome que conquistaram no passado. Os novos pior ainda, com exceção de Thiago Nunes que para mim é a melhor referencia na atualidade e o Renato Gaúcho que se deixasse a sua prepotência de lado, seria um expoente do nosso quadro de técnicos nacionais. Só que tem que estudar e se aprimorar como os estrangeiros fazem e fizeram.

E por isso que não tenho esperanças de mudança no comando do clube, acreditava que o Alexandre Mattos, tivesse um coelho na cartola para resolver este problema. ou se tem, está impedido por “forças ocultas” para realizar está mudança de comando.

Não é possível que após estes cinco ou mais de seis meses sem demonstrar nenhuma eficácia no comando do grupo de jogadores, o MCP e Cia, queiram manter o Alberto Valentim no cargo de técnico do CAP. Perdeu veio o final da Copa do Brasil para o xará mineiro, levou outro baile tático do paraguaio dos coxas nas semifinais do paranaense, e pelas atuações dos jogadores em campo, mostra que não sabe comandar e nem proposta tática ou oratória para que os jogadores desenvolvam o melhor do seu futebol.

Fico triste que parece que será mais uma temporada de frustração e de ficar brigando no meio da tabela para baixo do brasileirão para não ser rebaixado, talvez se classificar aos trancos e barrancos na Libertadores e passar de fase na Copa do Brasil.

Deste Alberto Valentim eu não espero nada. Há não ser muita frustração e pior ainda, ver que o MCP parece que não está nem aí com à opinião dos torcedores atleticanos.

E por estes motivos, já está na hora de rever muita coisa no CAP, a começar pela permanência do MCP no comando do clube, caso não demita o Valentim, porque com se diz no dizer popular “errar é humano, persistir no erro é burrice”. Pense nisso MCP, porque como eu já tem muitos atleticanos pensando nisso.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Resumão

Resolvi escrever o texto somente hoje… Depois do jogo do Ceará, em que o time fez uma boa partida, curiosamente não foi comandado por Felipão…

Fala, Atleticano

Expectativa

Pois é, o que tenho agora é uma expectativa em relação ao futuro do CAP neste ano. Mudamos de técnico, alguns jogadores chegaram, outros foram…