21 jun 2022 - 10h40

Pré-jogo – Bahia x Athletico, estatísticas e curiosidades

Depois de vencer o Coritiba, no Estádio Major Antônio Couto Pereira pela 13ª rodada do Brasileirão, o Athletico dá uma pausa na Série A para pensar em outro torneio nacional, a Copa do Brasil. Nesta quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), o Furacão disputará o jogo de ida das oitavas de final contra o Bahia, na Arena Fonte Nova com transmissão exclusiva pelo canal por assinatura Prime Video, da Amazon.

Esse será o 41° encontro (oficial) entre as duas equipes:

HISTÓRICO DE CONFRONTOS:

• 32x Campeonato Brasileiro Série A

• 04x Copa do Brasil

• 02x Copa Sul-Americana

• 02x Robertão

HISTÓRICO GERAL

• 19 vitórias (Athletico)

• 10 empates

• 11 derrotas

• 55 gols (Athletico)

• 40 gols (Bahia)

BRASILEIRÃO 2021 – DERROTA NO PRIMEIRO TURNO

Foi entre apagões e lampejos que o Bahia venceu o Athletico por 2 x 1, encerrando uma sequência de quatro vitórias da equipe do Furacão. Jogando em Pituaçu, o Tricolor baiano teve um a mais em campo desde os 12 minutos do primeiro tempo, quando Richard foi expulso. Patrick de Lucca e Rossi balançaram as redes pelo Bahia, David Terans fez o gol do Athletico. No final da segunda etapa o lateral direito Marcinho foi expulso, após pisar propositalmente no pé do adversário.

DERROTA NO SEGUNDO TURNO

Uma noite “especial” retorno da torcida rubro-negra ao estádio após 54 jogos. Partida que marcou o jogo 300 do meia-atacante Nikão com a camisa do Furacão. Parecia tudo muito bonito e legal, mas esqueceram de combinar com o time do Bahia, que jogou bem e derrotou o Athletico, na Arena da Baixada, na estreia do técnico Guto Ferreira. Ao final da partida em coro a torcida atleticana gritava “burro, burro, burro” para o técnico Alberto Valentim.

ÚLTIMA VITÓRIA

Em jogo da 12ª rodada do Brasileirão 2020 deu Furacão, na Arena da Baixada. O Athletico foi levemente superior em um jogo disputado, contra um adversário direto do bloco inferior da tabela e, com um gol do volante Christian, em uma bela assistência do lateral esquerdo Abner, garantiu a vitória. No entanto, o herói da partida foi o goleiro Santos que, aos 42 minutos do segundo tempo pegou um pênalti cobrado pelo atacante Clayson.

ERA PRA SER MEU “JAHIA”?

Sul-Americana 2018 – No jogo de ida das quartas de finais, o Athletico foi até a Fonte Nova e venceu o Bahia por 1 x 0. Pablo fez o gol da vitória do Furacão.

Os donos da casa tiveram dois gols anulados na partida. No primeiro tempo, Clayton, após bate e rebate dentro da área, desviou para o fundo da rede. No entanto, o árbitro Fernando Rapallini consultou o VAR e assinalou falta do atacante sobre Nikão. Na volta do intervalo, Ramires desviou para a rede após um chute cruzado de Nino Paraíba. O juiz argentino não se dirigiu ao VAR para conferir pessoalmente o lance, mas contou com informação do árbitro de vídeo para anular o gol por impedimento.

No jogo da volta, o Bahia venceu o Athletico por 1 x 0, no tempo normal, na Arena da Baixada, mas nas cobranças de pênaltis o Furacão venceu por 4 x 1 e garantiu a vaga nas semifinais.

 



Últimas Notícias

Notícia

Deu tela azul, no Azuriz

Pela sexta rodada do Campeonato Paranaense o Athletico recebeu o Azuriz. E desde o início demonstrou que está em franca evolução. Já aos 4 minutos,…