25 jun 2022 - 19h31

Volte sempre, meu vice

Na Arena da Baixada, Athletico 4 x 2 RB Bragantino.

O Athletico entrou em campo com um time bastante modificado, poupando jogadores para o confronto da Libertadores da próxima terça-feira.

Uma das maiores modificações foi no ataque, com Vitor Roque, Pedrinho e Romulo. Pedrinho, que é lateral de origem, vem sendo utilizado por Felipão pela ponta esquerda. Ele foi peça importante na partida, dando bastante velocidade e dinâmica ao jogo pelo lado esquerdo.

O Athletico começou o jogo com muita intensidade e logo aos 4 minutos marcou pela primeira vez. Vitor Bueno faz lançamento perfeito na cabeça de Erick que marca de cabeça. Athletico 1×0.

O Bragantino tinha mais posse de bola, mas o jogo era controlado pelo time do Athletico. Hugo Moura em mais uma partida impecável dominava o meio campo e impedia os avanços ofensivos do adversário.

Aos 14 minutos Vitor Roque faz boa jogada pela esquerda mas finaliza no meio do gol.

Aos 16 minutos, mais uma grande jogada de Vitor Bueno que ganha de Natan e cruza com perfeição para Orejuela marcar de cabeça. Athletico 2×0.

O Bragantino chega aos 21 minutos após cobrança de falta que passa muito perto do gol de Bento.

Logo em seguida, aos 22 minutos, Romulo, que vinha muito bem no jogo, rouba a bola de Natan, carrega a bola até a área e chuta cruzado. Cleiton aceita. Um frangaço. Athletico 3×0.

Neste momento o Bragantino era puro suco de Fernando Diniz, com 66% de posse de bola, e tomando de 3×0.

Fim do primeiro tempo.

O Bragantino volta para o segundo tempo apostando na lei do ex, lançando o nosso velho conhecido e nada saudoso Carlos Eduardo.

Aos 10 minutos o Bragantino chega após cobrança de falta de Luan Cândido, espalmada por Bento.

Aos 21, o golaço do jogo. Hugo Moura carrega a bola pelo meio e dispara um chute embebido em ódio no canto superior esquerdo de Cleiton. Athletico 4×0.

O Bragantino chega a marcar aos 25, com Luan Candido, mas o bandeira marca impedimento, confirmado pelo VAR.

Com o placar definido, Felipão promove várias mudanças na equipe, visando preservar os jogadores para as próximas partidas. Entram Khellven, Matheus Babi e Pablo Siles para as saídas de Orejuela, Vitor Roque e Hugo Moura.

As substituições deixam o time confuso, e aos 33 minutos o Bragantino diminui, com Alerrandro. Athletico 4×1.

Logo depois, aos 35, o Athletico ainda sentindo a falta de entrosamento, Pablo Siles comete pênalti em Miguel. Lucas Evangelista cobra bem e desconta. Athletico 4×2.

Aos 41, Matheus Babi recebe bom lançamento de Vitor Bueno mas chuta mal.

Para segurar ainda mais o jogo, Felipão troca novamente, colocando John Mercado e Matheus Fernandes para a saída de Romulo e Vitor Bueno.

Não havia tempo para mais nada. Fim de jogo, Athletico 4×2 RB Bragantino. Com o resultado o Athletico se firma na terceira colocação do campeonato, confirmando a excelente fase.

O Athletico volta a campo na próxima terça feira, para jogo decisivo contra o Libertad pelas Oitavas de Final da Libertadores da América, na Arena da Baixada, as 21:30h.

Pelo Brasileiro, nosso próximo adversário é o Palmeiras no próximo sábado, as 21h, no Allianz Parque.

Ficha Técnica

Local Arena da Baixada

Athletico

Bento, Matheus Felipe, Nicolás Hernandez, Orejuela (Khellven), Abner, Hugo Moura (Pablo Siles), Erick, Pedrinho, Vitor Bueno (Matheus Fernandes), Vitor Roque (Matheus Babi), Rômulo (John Mercado).

Técnico Luiz Felipe Scolari

 

RB Bragantino

Cleiton, Léo Ortiz, Natan, Aderlan (Andrés Hurtado), Luan Cândido, Raul (Jadsom Silva), Lucas Evangelista, Hyoran (Miguel), Helinho (Alerrandro), Arthur, Jan Hurtado (Carlos Eduardo),.

Técnico Mauricio Barbieri.

 

Árbitro Caio Max Augusto Vieira

 

 



Últimas Notícias

Libertadores

Vamos, oh meu Furacão

Os pouco mais de 1.800 km que separam Curitiba de La Plata começaram a ser enfrentados por centenas de atleticanos desde o último fim de…