20 jul 2022 - 22h18

Na reestréia de Fernandinho, goleada do Furacão!!!

Vitória maiúscula! Imponente! Histórica! Como não poderia deixar de ser neste momento tão especial.

Após 17 anos atuando em gramados europeus, o ídolo Fernando Luiz Roza, nosso Fernandinho, volta à envergar aquela que só se veste por amor, para o delírio dos 23 mil atleticanos presentes hoje à Arena da Baixada.

E quis Deus que hoje fizéssemos uma das melhores partidas no ano, goleando impiedosamente por 4×1 o time do Atlético Goianiense.

Com a penúltima linha em estado de graça, e belíssima atuação de Terans, Canobbio e Tomás Cuello, o Athletico se impôs com autoridade e subjugou os goianos rapidamente, com uma envolvente troca de bolas no comando de ataque, em altíssima velocidade.

E assim foi desde o apito inicial.

Logo aos 8´, numa escapada de Khellven pela direta, cruzamento para a área goiana. À meia altura a bola passa por Canobbio e Pablo, até encontrar a perna esquerda de Cuello, que bate cruzado para fazer 1×0.

O rubro-negro paranaense continuou dominando, e aos 13´, após ótima jogada de David Terans pela esquerda, este centra para o meio da área. A bola encontra seu conterrâneo Canobbio que fuzila para ampliar: 2×0.

Athletico segue amassando o Goianiense, com algumas chances mesmo sem a maioria da posse de bola. E assim findou-se o primeiro tempo.

O início do segundo já marcou uma reação goiana: cruzamento para a área e Churín completa para uma belíssima defesa de Bento.

O Furacão não se intimidou e foi para cima. Depois de um chutão para o campo de ataque, Terans domina no peito, adianta a bola e fuzila com efeito de muito longe para fazer uma pintura de gol! Athletico 3×0.

Em meio a algumas atuações apagadas ultimamente, David Terans justifica o apelido de El Rey e faz uma partida memorável na Baixada. Melhor em campo com sobras.

E eis que aos 23´ da segunda etapa, o grande momento esperado: Fernandinho em campo reestreando pelo Furacão. Com a torcida em êxtase, o time também se desconcentrou e num lance despretensioso, Kevin do Atlético-GO acerta um belo chute de fora da área e diminui para os goianos.

Com as mudanças de Felipão, o Athletico respira um pouco mais e passa a tocar a bola e jogar com menos intensidade.

Mas eis que aos 49´ do tempo final, Fernandinho coloca um passe milimétrico para Leo Cittadini, que finaliza o marcador: Furacão 4×1.

Festa na Baixada! Mais 3 pontos e a vice-liderança provisória da competição.

O Furacão volta à campo no próximo dia 23/07, enfrentando o Botafogo no Rio de Janeiro.

 

 

ATHLETICO 4 X 1 ATLÉTICO-GO 

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)

Árbitro: Bruno Arleu de Araujo (Fifa/RJ)

Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (Fifa/RJ) e Thiago Rosa de Oliveira (RJ)

VAR: Adriano de Assis Miranda (SP)

Cartões Amarelos: Cuello, Terans, Vitor Roque (CAP)

Gols: Cuello (CAP) aos 9’/1ºT; Canobbio (CAP), aos 13’/1ºT; Terans (CAP) aos 3’/2ºT; Kelvin (ACG), aos 26’/2ºT; Léo Cittadini (CAP) aos 49’/2ºT;

ATHLETICO: Bento; Khellven, Pedro Henrique, Nico Hernández, Abner; Hugo Moura, Erick (Fernandinho), Terans (Leo Cittadini); Canobbio (Vitor Roque), Pablo (Rômulo), Cuello (Pedrinho). Técnico: Luís Felipe Scolari.

ATLÉTICO-GO: Ronaldo; Hayner, Wanderson, Edson, Jefferson (Arthur Henrique); Baralhas, Marlon Freitas, Wellington Rato (Léo Pereira); Airton (Shaylon), Luiz Fernando (Kelvin), Churín. Técnico: Jorginho.



Últimas Notícias

Libertadores

Vamos, oh meu Furacão

Os pouco mais de 1.800 km que separam Curitiba de La Plata começaram a ser enfrentados por centenas de atleticanos desde o último fim de…