31 jul 2022 - 18h55

Deu ruim pro Trikas

Pela primeira rodada do returno do Brasileirão, na Arena da Baixada, Athletico 1 x 0 São Paulo.

O Athletico foi a campo com várias alterações, visando poupar o elenco para o jogo de quinta-feira pela Libertadores.

Bem postado em campo, o Athletico criava com Fernandinho e Vitor Bueno, acionando Canobbio e Cuello nas pontas e Vitor Roque na refência do ataque.

Num primeiro tempo de muita marcação, o primeiro lance mais agudo foi aos 15 minutos. Abner Vinícius encontra Vitor Bueno dentro da área, mas o camisa 8 domina mal e perde para Felipe Alves.

Aos 16 foi a vez do São Paulo. Rafinha cruza para Galoppo que cabeceia, ganhando escanteio.

Aos 21 o Athletico chega ao gol. Vitor Roque recebe na área, protege para Vitor Bueno que chuta na trave. Canobbio pega o rebote e marca. Seria o 1 x 0 para o Athletico mas o VAR anota impedimento do ataque, invalidando o gol.

Nikão tenta aos 25 minutos mas manda por cima da meta de Bento.

O São Paulo buscava chegar com arremates de longa distância, sem sucesso.

Aos 46 a grande chance do Athletico no primeiro tempo: Vitor Bueno puxa contra-ataque e ajeita para Vitor Roque, que chuta de perna direita. Felipe Alves consegue defesa no reflexo.

Fim de primeiro tempo, 0x0 no placar.

O Athletico volta para o segundo tempo com Pedrinho no lugar de Abner.

São Paulo volta com Igor Gomes, Leo e Calleri.

Já aos 5 minutos a primeira grande chance de abertura do placar. Vitor Roque rouba a bola de Felipe Alves e sofre pênalti. Thiago Heleno bate muito mal e Felipe Alves defende.

O Athletico sentiu a perda do pênalti e já na sequencia Marcos Guilherme, aquele, recebe de Calleri mas Bento fecha bem o ângulo e faz a defesa.

Aos 20, novo pênalti para o Athletico. Canobbio é derrubado na direita da área. Desta vez, Vitor Bueno bate com perfeição e anota: Athletico 1 x 0.

Logo após um lance inusitado, e inexplicável. A torcida pedia Marlos. Felipão chama o atleta, juntamente com Rômulo. No entanto, Marlos é retirado do banco de reservas e não vai para o jogo, indo direto para o vestiário. Algo estranho parece acontecer entre o camisa 10 e o treinador/comissão técnica.

Felipão manda a campo Rômulo, Cirino e Vitinho para as saídas de Vitor Roque, Canobbio e Cuello.

São Paulo tem mais posse de bola, mas sem grandes chances de gol.

Aos 33 linda assistência por cobertura de Fernandinho para Vitinho, que tenta de direita mas acerta o rosto de Felipe Alves. Um pecado.

Aos 34 sai Vitor Bueno para a entrada de Leo Cittadini.

Aos 37 Calleri chega a marcar, mas estava completamente impedido.

Marcelo Cirino sofre nova lesão e sai de campo de maca, deixando o Athletico com 10 jogadores nos minutos finais.

O sempre performático árbitro Marcelo de Lima Henrique anota 7 minutos de acréscimo, mas como o São Paulo não conseguiu o empate, decidiu terminar a partida aos 54.

Fim de jogo. Rogério Ceni segue sua sina de jamais vencer o Athletico Paranaense na Arena da Baixada. Athletico 1 x 0 São Paulo.

Com o resultado o Athletico chega novamente ao G4, com 34 pontos, 8 pontos atrás do líder Palmeiras.

O Athletico volta a campo na quinta feira, pela Libertadores da América contra o Estudiantes-Arg, as 21:30h na Arena da Baixada.

Pelo Brasileirão, o próximo confronto é domingo, 07 de agosto em BH contra o Atletico Mineiro.

 

 

Assuntos:


Últimas Notícias

Brasileiro

Desastre aéreo no Maracanã

O Athletico foi massacrado pelo Flamengo, que impôs 5 a 0, ao natural, nesse domingo(14), diante de 62 mil pessoas, no Maracanã, pela 22ª rodada…

Libertadores

Vamos, oh meu Furacão

Os pouco mais de 1.800 km que separam Curitiba de La Plata começaram a ser enfrentados por centenas de atleticanos desde o último fim de…