10 nov 2022 - 0h05

Athletico empata com o Goianiense e segue no G6 graças a Inter e Palmeiras

Em mais uma partida vexatória nesse segundo turno o Athletico empatou com o xará Goiano por 1 a 1 nesta noite de quarta-feira (09) no Estádio Antônio Accioly, em Goiás. O empate manteve o rubro-negro paranaense na sexta colocação com 55 pontos, graças as derrotas de América Mineiro (para o Palmeiras) e São Paulo (para o Internacional). Já o Atlético Goianiense teve o seu rebaixamento praticamente decretado nesta noite.

A realidade da partida foi uma só, o Athletico foi dominado pelos goianos durante os 90 minutos de jogo. Nem parecia um finalista da libertadores contra um time praticamente rebaixado. O resultado só não foi pior hoje por dois fatores: a pontaria dos mandantes e o goleiro Bento.

Primeiro tempo

O primeiro tempo foi todo dos mandantes. O Atlético Goianiense tinha mais posse de bola e rondava a área dos paranaenses, arriscando e chegando com perigo, o gol era questão de tempo, mas não saiu na primeira etapa. O rubro-negro paranaense pouco assustou na primeira etapa, assim como você fez no segundo tempo.

Segundo tempo

Na volta do intervalo Felipão tirou o inoperante Pablo, que apesar de limitado nem servido foi pelo meio de campo, para a entrada do jovem Vitor Roque. Rômulo também entrou no lugar de Vitinho.

O jogo seguiu igual ao primeiro tempo, com os goianos mais assertivos no ataque, enquanto o Furacão passou a assustar mais com alguns lances esporádicos de Roque.

E não demorou para o gol sair, logo aos 5 minutos da segunda etapa os goianos abriram o placar com Shaylon. O atacante dominou a bola com a maior liberdade do mundo na entrada da área, avançou sozinho e só teve que tirar do goleiro Bento para abrir o placar.

Felipão mexeu logo depois aos 11 minutos. Com as entradas de Alex Santana (no lugar de Erick) e Vitor Bueno no lugar de Cuello. Vitor Bueno. Vitor Bueno pra mudar o jogo.

O ex são paulino entrou na mesma preguiça de sempre e nada fez no jogo.

O Athletico seguia mal e não conseguia ameaçar os mandantes, o Goianiense seguia superior e estava mais perto de fazer o segundo gol do que de sofrer o empate.

E, da mesma maneira que nas últimas partidas, o Athletico foi salvo mais uma vez pelo brilho individual de algum jogador.

David Terans, mesmo apagado, é um jogador que pode mudar o jogo em um lance só. E assim o fez. Com um belo chute de fora da área empatou o jogo para o Furacão.

Acontece que o rubro-negro paranaense não criava para empatar o jogo, e muito menos o fez depois do gol para buscar a virada.

O Dragão seguiu superior e se não fosse pela falta de pontaria de seus atacantes e pelos milagres do goleiro Bento, o resultado teria sido uma derrota desastrosa em Goiânia.

O Athletico segue firme no G6 em função dos demais resultados da rodada e precisa apenas de uma vitória simples contra o Botafogo (o segundo melhor visitante do torneio) na Arena da Baixada, no domingo (13), às 16h, para se garantir na fase de grupos da próxima Libertadores.

Em caso de derrota, é possível até não se classificar para a pré-libertadores.



Últimas Notícias

Vitor Roque voltará a vestir a amarelinha [foto: perfil oficial do jogador no Twitter]

Seleção

Piás do Caju na Seleção Sub-20

O técnico Ramon Menezes, da Seleção Brasileira Sub-20, anunciou nesta quinta (8) a lista dos 22 convocados para a disputa do torneio Conmebol Sul-Americano, que…

Brasileiro

Libertadores, estamos chegando!

Na Arena da Baixada, o Athletico enfrentou o Botafogo pela última rodada do Campeonato Brasileiro de 2022. Dependendo somente das suas forças para garantir presença…