26 ago 2023 - 18h00

Passagem de Tomás Cuello pelo Furacão está só começando

Em sua segunda temporada vestindo a camisa do Athletico Paranaense, o atacante Tomás Cuello vive uma relação de desconfiança com os torcedores. Não falta quem deseje uma saída do argentino, mas seria o momento de desistir do camisa 28?

De um modo geral, o torcedor brasileiro é um eterno imediatista. Buscando sempre soluções simples e para o curto prazo, sem considerar que o tempo é um fator fundamental para o desenvolvimento de qualquer atleta. Em especial quando se trata de um jogador de 23 anos.

Não é necessário sequer recuar muito no tempo para compreender essa afirmação. Basta relembrar todas as críticas direcionadas ao meia uruguaio Agustín Canobbio durante a temporada 2022 e perceber sua importância para o time comandado pelo técnico interno Wesley Carvalho.

Embora sejam profissionais muito bem remunerados, os jogadores ainda são seres humanos. E em se tratando de seres humanos, a evolução será sempre um processo contínuo de aperfeiçoamento e cada profissional terá um período de maturação diferente. É natural que seja assim.

Por essa razão, não considerarei adequada ou mesmo aceitável qualquer decisão envolvendo a saída de Tomás Cuello do Furacão com a perda do investimento realizado.

Nem todo investimento tem retorno imediato. Cuello pode não ser titular em 2023, mas nada impede que se torne peça importante em 2024. E para além disso, o atacante argentino tem demonstrado alguns indícios de melhora em suas últimas apresentações com a camisa do Athletico.

Em suas últimas 4 partidas disputadas, o ponta argentino acumulou em média 37,5 ações com a bola, 17,2 passes certos com 81,1% de precisão, 7,75 duelos físicos vencidos com 66% de eficiência e 4,5 ações defensivas.

Para simples efeito de comparação, essas são médias superiores às do uruguaio Agustín Canobbio na atual edição do Campeonato Brasileiro. Diante disso, há motivos para crer que Cuello pode ser para o Furacão mesmo extremo trabalhador que foi em sua passagem pelo Red Bull Bragantino.



Últimas Notícias

Brasileirão A1

Até empatar!

Pela nona rodada do Brasileirão, na Baixada, Athletico 1 x 1 Anderson Daronco. Como já esperado, o jogo seria bastante brigado e equilibrado. O desequilíbrio…

Brasileirão A1

Pra espantar a zica

Pela oitava rodada do Brasileirão, na Baixada, Athletico 3 x 1 Criciúma. Precisando se recuperar das últimas péssimas atuações, o Athletico foi a campo pressionado.…

Opinião

O paradoxo de Cuca

Há motivos para se gostar de Cuca, não necessariamente pelo o que tem feito aqui, mas pelo seu histórico vencedor, estando claramente na prateleira de…

Brasileirão A1

Mais do mesmo…

Pela sétima rodada do Brasileirão, no Presidente Vargas, Fortaleza 1 x 0 Athletico. Se a dificuldade técnica do time do Athletico já era esperada para…