4 jan 2024 - 13h33

Juan Carlos Osorio: conheça o novo treinador do Furacão!

Juan Carlos Osório Arbeláez. Este é o nome do novo treinador do Club Athletico Paranaense, anunciado pelo site oficial do clube na noite de ontem.

Após várias negociações com treinadores estrangeiros e do mercado nacional, finalmente o Athletico define seu comandante para o Ano do Centenário. O renomado treinador colombiano de 62 anos assume o comando técnico do Furacão na próxima semana, coordenando o elenco que disputará Paranaense, Copa do Brasil, Copa Sul-Americana e Brasileirão em 2024.

O anúncio de um nome tão gabaritado como o de Osório, põe fim a um período frustrado de experiências com treinadores jovens e com pouca rodagem para um clube do porte do Athletico. Também encerra dois tabus: o de que somente Alexandre Mattos conseguiria trazer nomes importantes para o clube. E de que necessariamente precisaríamos de um Diretor Técnico acima da função do treinador de campo e que poderia assumir o campo a qualquer momento. Casos das duplas Autuori – António Oliveira e Felipão – Paulo Turra.

Pelas informações apuradas, Osório inclusive trará profissionais de sua confiança para compor o time técnico.

Ou seja, todas as condições propícias para um excelente trabalho no Rubro Negro.

 

A CARREIRA

Juan Carlos Osório é um ex-jogador. Carreira curta e de pouca relevância, atuou apenas 5 anos dentro dos gramados, pelo Deportivo Pereira (da Colômbia), fazendo parte da seleção Sub-20 do seu país nos anos 1980. Infelizmente, uma grave lesão de joelho encurtou sua breve carreira dentro das 4 linhas.

Passado este episódio, foi aos Estados Unidos estudar e formou-se em Ciências Físicas e de Rendimento Humano já em 1990, e assumiu como auxiliar técnico do Manchester City, reportando-se ao também ótimo treinador Kevin Keegan. Continuou estudando e recebeu a graduação máxima na função na Europa, formando-se na Holanda e realizando pós graduação pela Universidade de Liverpool.

Após a experiência de 5 anos como auxiliar no Man City, Osório retornou à sua terra natal, onde assumiu o tradicional Millonarios (de Bogotá) no ano de 2006 e levou o clube à quinta posição no campeonato nacional, qualificando-se para a Copa Sul-Americana em 2007.

Em 2007, transfere-se para o Chicago Fire da Major League Soccer (MLS), e leva o time às finais do campeonato, caindo na semifinal do torneio.

Em 2008, com o término do contrato, transfere-se para o New York Red Bulls, e conquista o título de Conferência, mas perdendo a final da MLS no mesmo ano. Juan Carlos ficaria nos NY Red Bulls até 2009.

Em 2010 assume o Once Caldas da Colômbia e conquista seu primeiro título Nacional. Neste ano, ainda vai muito bem na Libertadores da América, caindo nas quartas-de-final. Seu ótimo desempenho chama a atenção do rico futebol mexicano, e transfere-se ao Puebla. Desentende-se com a direção do time mexicano face ao pífio desempenho e sai da equipe ainda em 2011 com apenas 11 jogos disputados.

Posteriormente, o período de talvez maior sucesso na carreira, de 2012 a 2015, treinando o Atlético Nacional, de Medellín, onde no primeiro ano já consegue três títulos: o Campeonato Nacional, a Copa da Colômbia e a Supercopa do país.

Na sequencia, outra Copa da Colombia em 2013 e uma brilhante participação na Libertadores de 2014, com uma equipe que jogava de forma ofensiva e com um futebol bastante envolvente.

Este futebol, chama a atenção do São Paulo, que o contrata em 2015. Osório esteve no tricolor paulista de maio a outubro deste ano, onde deixa o SPFC para assumir a seleção mexicana. Em conversa com amigos periodistas que cobrem o tricolor paulista, o técnico colombiano deixou saudades por lá, apesar do aproveitamento de 51% em 28 jogos.

Depois disto, Osório treina o México de 2015 a 2018, participando do Mundial na Rússia.

Em 2018, assume a seleção Paraguaia e fica por apenas 5 meses, resignando ao cargo alegando problemas familiares.

Em 2019, volta ao Atlético Nacional, porém sem o mesmo brilho da passagem anterior, ficando até a metade de 2020.

Em 2021-2022, passa pelo América de Cali, porém sem nenhum feito relevante.

Antes de assumir o Athletico, a última passagem de Osório foi no egípcio Zamalek, um dos maiores clubes no país, onde ficou por 5 meses e não conquistou nenhum título.

 

ESTILO DE JOGO

Entusiasta do ótimo futebol, escritor e defensor de tese de jogo em sua publicação intitulada La Libreta de Osorio, Juan Carlos é declaradamente um fá de Marcelo El Loco Bielsa e de Pep Guardiola.

Admira o jogo posicional, e a maioria de suas equipes gosta de ter a bola no campo de ataque, atuando majoritariamente num 4-3-3. Muita construção de jogo, muita proposição, muita ofensividade.

Valoriza como poucos o trabalho dos “pontas”, ou “extremos” na linguagem de hoje. Prefere a linha de fundo do que o “facão”, usando os avançados com boa amplitude de jogo, e gosta de usar bons finalizadores na área para o score.

Diferentemente de outros treinadores recentes do Athletico, gosta de explorar ao máximo a característica dominante de cada atleta, e escalar a equipe ofensivamente com futebol fluído.

 

Ao que tudo indica, teremos um futebol vistoso no Furacão em 2024.

 

“Suerte” ao novo comandante.

Bienvenido, Osório!!!!

 



Últimas Notícias