2 jun 2024 - 20h48

Mais do mesmo…

Pela sétima rodada do Brasileirão, no Presidente Vargas, Fortaleza 1 x 0 Athletico.

Se a dificuldade técnica do time do Athletico já era esperada para a partida, a pobreza estética também foi a campo nesse domingo, com a estréia da horrorosa camiseta “dourada”. E obviamente a escrita da amaldiçoada camisa foi confirmada.

Buscando se manter na liderança do campeonato e sem contar com Fernandinho e Esquivel suspensos, o Athletico foi a campo com um time modificado.

Madson na ala direita, Christian e Felipinho no meio, Nikão no ataque.

O que se viu foi mais um show de incompetência e falta de capacidade dos “comandados” de Cuca.

Até quem raramente falha, falhou.

Aos 44 do primeiro tempo, em cobrança de escanteio, Bento falha bisonhamente na saída de gol e o Fortaleza marca. Fortaleza 1 x 0.

Demonstrando novamente incapacidade em alterar o rumo do time no intervalo, Cuca decidiu lançar os limitadíssimos Di Yorio e Julimar para buscar algo diferente no jogo.

Logicamente, não foi suficiente.

Batendo cabeça na maior parte do segundo tempo, a única figura lúcida em campo era Nikão.

Cuca tentou com Zepelli e Zé Vitor (?!), e deu somente 10 minutos para o sempre preterido Mastriani.

O Fortaleza ainda perdeu uma série de chances claríssimas de gol, o que fez o resultado ficar barato para o time da Baixada.

Fica ainda mais clara a fragilidade do time assim como a deficiência e falta de comando técnico.

Dessa vez foi Canobbio a sair contrariado. Problemas de vestiário são cada vez mais evidentes.

Aparentemente, o treinador Cuca já conta as horas para se despedir daquele que disse ser a grande chance da carreira.

O Athletico volta a campo pelo Brasileirão na Arena da Baixada, no dia 12 de junho as 20h. Os “guerreiros” de Cuca terão longos 10 dias de preparação. Aguardemos pelas próximas desculpas.

 

 



Últimas Notícias

Brasileirão A1

Pra espantar a zica

Pela oitava rodada do Brasileirão, na Baixada, Athletico 3 x 1 Criciúma. Precisando se recuperar das últimas péssimas atuações, o Athletico foi a campo pressionado.…

Opinião

O paradoxo de Cuca

Há motivos para se gostar de Cuca, não necessariamente pelo o que tem feito aqui, mas pelo seu histórico vencedor, estando claramente na prateleira de…

Brasileirão A1

Mais do mesmo…

Pela sétima rodada do Brasileirão, no Presidente Vargas, Fortaleza 1 x 0 Athletico. Se a dificuldade técnica do time do Athletico já era esperada para…