20 ago 2019 - 9h04

Jogo desta quarta pode marcar o reencontro de Adriano e Daniel Alves

O jogo do último sábado (17) marcou a estreia do lateral Adriano, um dos grandes reforços do Athletico para o ano de 2019.

Também pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro, mas no último domingo (18), outra grande estreia ganhou grande destaque: a do lateral Daniel Alves, pelo São Paulo, contratação muito badalada, considerando o histórico vencedor do jogador, e sua ótima atuação pela Seleção Brasileira na última Copa América.

Após suas estreias no retorno ao futebol brasileiro, é grande a possibilidade que esses dois jogadores se enfrentem na próxima quarta -feira (21), em jogo adiado, válido pela 13ª rodada do Brasileirão.

Esse reencontro, caso aconteça, é marcante, pois os dois laterais foram companheiros por um longo período no futebol espanhol.

Daniel Alves chegou ao Sevilha, da Espanha, em 2002. Após atuar um ano por empréstimo no Bahia (clube que o revelou), retornou ao clube espanhol onde atuou até 2008, ganhando destaque suficiente para que fosse contratado pelo Barcelona-ESP, onde se sagrou multi-campeão, sendo um dos destaques ao lado de nomes como Messi, Xavi e Iniesta.

Adriano, por sua vez, teve trajetória idêntica na Europa. Após chegar ao Sevilha-ESP em 2005, vindo do Coritiba, o lateral atuou pelos rojiblancos até 2010, também se destacando o suficiente para chamar a atenção do gigante catalão.

Embora Daniel Alves tenha enfrentado menos concorrência em sua posição ao chegar ao Barcelona-ESP, jogando mais, e tendo maior destaque, ambos os laterais conquistaram diversos títulos na Espanha enquanto atuaram juntos.

Pelo Sevilha-ESP, conquistaram a Copa do Rei na temporada 2006–07 e a Supercopa de Espanha, em 2007, além de importantes conquistas europeias, como o bi-campeonato da Liga Europa (a antiga Copa UEFA, nas temporadas de 2005–06 e 2006–07) e a Supercopa Europeia no ano de 2006.

Quando atuaram juntos pelo Barcelona, os títulos da dupla aumentaram em número e importância. Foram dois Mundiais de Clubes da FIFA (2011 e 2015), duas Champions League (2010–11 e 2014–15), quatro Campeonatos Espanhóis (2010–11, 2012–13, 2014–15 e 2015–16), três Copas do Rei (2011-12, 2014–15 e 2015–16), duas Supercopas Europeias (2011 e 2015) e três Supercopas da Espanha (2010, 2011 e 2013).

Os dois atletas, ainda, possuem dois títulos conquistados juntos pela Seleção Brasileira, mas pela categoria Sub-20: o do Torneio da Malásia Sub-20, de 2003, e o Mundial da categoria, no mesmo ano.

Pela seleção principal, Adriano conquistou ainda a Copa América de 2004, enquanto Daniel Alves levou outras duas Copas Américas (de 2007 e 2019) e duas Copas das Confederações (2009 e 2013).

Daniel Alves e Adriano deixaram o Barcelona em 2016. Enquanto o lateral-direito passou por Juventus-ITA e PSG-FRA, Adriano atuou pelo Besiktas-TUR, até retornarem nesse mês ao futebol brasileiro, onde devem se enfrentar em Curitiba.

Nenhum dos dois times ainda está confirmado para a próxima partida, mas Daniel Alves é a grande contratação do São Paulo para o Campeonato Brasileiro, recebendo a camisa 10 e fazendo o gol da vitória em sua estreia na última rodada. Sua presença, portanto, é praticamente certa.

Adriano, por sua vez, teve atuação de destaque contra o Atlético-MG, e não encontra grande concorrência na posição, diante de más atuações de Márcio Azevedo e da paciência da comissão técnica em colocar o jovem Abner Vinícius (outro bom reforço rubro-negro) para jogar. Porém, sua condição física impõe cautela, segundo Tiago Nunes:

“Ele está acostumado a um calendário internacional de menos jogos e, aqui, com jogos de domingo e quarta, se esticar muito a corda, posso perder um jogador assim.”

O próprio atleta compartilha dessa preocupação:

“Eu acho que falta pouco e a questão é só física, para me condicionar e poder jogar os 90 minutos. Também venho de dois meses sem jogar e ter o nível de condicionamento físico para jogar os 90 minutos é difícil. Eu falei que tinha ver a condição do jogo e a sua intensidade, mas estou feliz e vamos ver no decorrer da semana. Mas estarei à disposição para que possa estar em campo contra o São Paulo.”

Mesmo assim, o reencontro dos laterais multi-campeões tem tudo para acontecer, tendo como palco a Arena da Baixada. Athletico e São Paulo se enfrentam às 19h15 dessa quarta-feira (21). Acompanhe a Furacao.com para ficar por dentro de todos os detalhes da partida.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Brasileirão 2019

Após o título do Furacão pela Copa do Brasil, o estado de êxtase que cada athleticano vive é algo surreal. É um momento mágico, fruto…