1 out 2020 - 14h06

Com recorde histórico, Athletico já bateu maior Flamengo da história

Próximo adversário do Athletico no Campeonato Brasileiro (16h do próximo domingo, 04/10), o Flamengo foi definido também como o primeiro adversário do Furacão na Copa do Brasil de 2020.

Atualmente, o rubro-negro carioca passa por um momento irregular, ainda enfrentando dificuldades na transição decorrente da troca do comando técnico de um time que marcou o futebol brasileiro em 2019 (quando se sagrou campeão nacional e da Libertadores com campanhas avassaladoras).

Porém, ainda assim o Flamengo conta com um time milionário, que o habilita como favorito no confronto da copa nacional. Ocorre que o Furacão tem, em sua história, ótimas lembranças para não se deixar intimidar diante do favoritismo adversário.

Em 1983, o CAP fez sua melhor campanha no Campeonato Brasileiro até então, terminando em terceiro lugar pela primeira vez em sua história, sendo eliminado pelo próprio rubro-negro carioca. A eliminação, entretanto, contou com forte resistência atleticana que, após perder de 3×0 no Rio de Janeiro, realizou o jogo de volta no dia 15 de maio daquele ano, e por pouco não devolveu o resultado.

O time bicampeão estadual de 1983

A partida ocorreu no Couto Pereira, e terminou em 2×0 para o Athletico, com dois gols do marcante artilheiro Washington.

Apesar da eliminação, a partida marcou época num time que começava a se destacar no cenário nacional (e ainda se sagrou bicampeão estadual naquele mesmo ano). O plantel que contava com ídolos como Roberto Costa, Capitão, e a icônica dupla de ataque Washington e Assis bateu um dos maiores times do Flamengo de todos os tempos, então campeão mundial e que contava com nomes como Raul Plasmann, Leandro, Júnior e o maior nome da história flamenguista: Zico.

Como se não bastasse, a partida resultou no recorde de público tanto do futebol paranaense quanto do estádio do maior rival, Coritiba: 67.391 pessoas, marco esse que perdura até hoje.

Assim, independente da fase atual dos dois times, o Athletico tem em sua história exemplos marcantes (sendo o mais recente em 2019) para não se deixar intimidar pelo midiático time carioca, sendo sempre capaz de enfrenta-lo, independente do “patamar” por ele alcançado.



Últimas Notícias

Opinião

E lá se vão 6 anos

O tempo passa. Completamos hoje 6 anos de Nikão no Athletico. Há exatos 6 anos recebíamos Maycon Vinicius Ferreira da Cruz, conhecido como Nikão. Quando…

Ao Sol e à Sombra

Caju

Dizem que onde o goleiro pisa, nunca mais cresce a grama. Mas no estádio Joaquim Américo, mesmo agora, com o gramado sintético, a grama é…

Fala, Atleticano

Pandemia x Pandético

Infelizmente em 2020 tivemos que conviver com esta pandemia, isolando jogadores e torcida, mas como reflexão sabemos que a cada dia que passa esta situação…

Fala, Atleticano

Planejamento

Alguns equívocos sucederam a saída de Thiago Nunes da equipe principal, razão pela qual da queda brutal no desempenho em campo, este recuperado parcialmente para…

Fala, Atleticano

O pior Atletiba que eu vi

Olha, foi “tenso” assistir o Clássico… Sóbrio , ver o jogo, nem pensar… Jesus, que “Show de Horrores” !!!! Uma equipe, tentando jogar apesar de…