4 mar 2022 - 10h14

O Athletico de Alberto Valentim

matéria originalmente postada em 04 de março e atualizada em 06 de abril de 2022.

Anunciado em 1º de outubro de 2021 para substituir o português Antonio Oliveira, o ex-lateral rubro negro Alberto Valentim chegou sob forte desconfiança da torcida. Em enquete da furacao.com à época da sua vinda, 74% dos votantes foram contra a sua contratação ante somente 26% de apoio, fruto provavelmente das campanhas fracas dos últimos anos, fazendo parte do rebaixamento de alguns clubes pelos quais passou.

Fato é que se por um lado o Athletico desde 2020 apresenta um futebol pobre, pouco vistoso e com excesso de passes laterais e sendo pouco agressivo, sequer os números ajudam o treinador atleticano, diferentemente do que acontecera no período quando comandado por Paulo Autuori.

Entre os 15 jogos dirigidos por ele no Brasileiro, excluindo-se a derrota para o Flamengo por 3X0 no dia 03 de outubro, quando ele viu o jogo das tribunas do Maracanã e a última rodada diante do Sport em Recife com todo time reserva e comando do auxiliar técnico Lazaroni, ele estava nas semi e finais da Copa do Brasil, na final única da Sul-Americana, em 5 jogos no estadual deste ano sendo eliminado no clássico Atletiba, nas finais da Recopa Sul-Americana e partida de estreia da Libertadores na noite de 05 de abril.

São ao todo 27 jogos sob seu comando com 8 vitórias, 8 empates e 11 derrotas. O time marcou 26 gols (menos de um por jogo) e sofreu 33, tendo, portanto, míseros 34% de aproveitamento.

Brasileiro 2021 – 4 vitórias / 4 empates / 7 derrotas = 11 gols pró e 19 contra

Copa do Brasil 2021 – 1 vitória / 1 empate / 2 derrotas = 6 gols pró e 8 contra

Sul-americana 2021 – 1 vitória = 1 gol pró

Paranaense 2022 = 2 vitórias / 2 empates / 1 derrota = 6 gols pró/ 4 gols contra

Recopa Sul-Americana = 1 empate / 1 derrota = 2 gols pró e 4 contra

Libertadores da América= 1 empate

Desde o final da temporada passada, com um final de Brasileiro onde o clube venceu somente 2 dos últimos 10 jogos e chegou a flertar com a zona de rebaixamento, passando pela fraquíssima e apática atuação fora de casa na final da Copa do Brasil, quando não jogou absolutamente nada diante do xará mineiro, seu trabalho já era muito contestado. Com mais uma final jogando de maneira absolutamente apagada e sendo presa fácil para o Palmeiras no jogo de volta, o treinador atleticano segue sendo duramente criticado.

A direção atleticana não se pronunciou mas ao que parece ainda aguardará o elenco estar todo disponível e em plena forma para, aí sim passar a cobrar melhores resultados e desempenho de Alberto Valentim, que diferentemente de outros anos, conta com um elenco bastante qualificado para os desafios de 2022.

Nas redes sociais a bronca segue grande com o treinador atleticano:

 



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

O que já sabíamos!

“Já se sabe que foi um erro o que aconteceu, os amistosos não terem acontecido, e não ter disputado o Estadual porque a preparação ficou…