29 abr 2008 - 7h56

Manchetes atleticanas desta terça-feira

Reforço inesperado para a decisão
Não será surpresa se o Atlético escalar o atacante Ferreira para o segundo clássico decisivo contra o Coritiba, no próximo domingo, na Arena. A informação, que caiu como uma bomba entre os atleticanos, surgiu ontem à tarde, na Rádio Band News. E, como não poderia deixar de ser, imediatamente movimentou o cenário da grande final.

 

Atlético terá nova postura para buscar o título
É hora de mudanças. Mudanças sutis, porém eficientes, já que a estrutura da equipe está montada e não será em um jogo final que um radicalismo ocorrerá. Uma ou talvez duas posições. Certo mesmo é que o grupo atleticano terá que mudar a postura e a atitude em campo. Ser agressivo e, principalmente, mentalizar que é possível reverter o resultado.

 

Atlético precisa de goleada inédita na nova Baixada
O Atlético precisa vencer o Coritiba por três gols de diferença, no próximo domingo, na Baixada, se quiser conquistar o Campeonato Paranaense no tempo normal. Por ter perdido por 2 a 0 no último domingo, uma vitória por dois gols de diferença leva a decisão para a prorrogação e, se necessário, para os pênaltis.
Só que o retrospecto de Atletibas na nova Baixada, inaugurada em 1999, é pouco animador.

 

Atlético-PR terá paredão defensivo pela frente
Para ser campeão paranaense, o Atlético-PR precisa ganhar do Coritiba por, no mínimo, três gols de diferença. Se já não bastasse esse desafio, o Furacão terá que superar a forte defesa coxa-branca, que não sofre gols há 482 minutos, ou cinco jogos.

 

Justiça pode aumentar problemas do Atlético
Como se não bastasse a obrigação de vencer o Coritiba por dois gols ou mais de diferença no final de semana para sagrar-se campeão, o técnico Ney Franco pode ganhar mais um desfalque para a partida decisiva.

 

ATLÉTICO TEM MISSÃO DIFÍCIL CONTRA O COXA
Para ser campeão paranaense, o Atlético precisa ganhar do Coritiba por, no mínimo, três gols de diferença. Se já não bastasse esse desafio, o Furacão terá que superar a forte defesa coxa-branca, que não sofre gols há 482 minutos, ou cinco jogos.

 


Últimas Notícias

Copa do Brasil

Vamos, Ó Meu Furacão…

O Athletico vive situação delicada no Brasileirão, na zona de rebaixamento. A equipe buscava reagir – eram oito jogos sem triunfos (três empates e cinco…

Copa do Brasil

Em defesa do título

Pouco mais de um ano depois de levantar a taça da Copa do Brasil, o Athletico retorna à competição no confronto pelas oitavas de final,…