8 out 2005 - 8h52

Manchetes atleticanas deste sábado

Meta do Atlético é a Copa Sul-Americana
O Atlético já sabe o que quer da vida até o final do Campeonato Brasileiro. Com chances ínfimas para conquistar o título ou até mesmo uma vaga na próxima Copa Libertadores da América, o Rubro-Negro definiu que quer terminar a competição na zona de classificação para a Copa Sul-Americana. Para tanto, precisa manter o atual desempenho, vencendo as equipes que estão atrás na classificação e roubar pontos de quem está na frente para continuar subindo na tabela.

 

Evaristo devolve a alegria de jogar ao Atlético
A tranqüilidade voltou a reinar no CT do Caju. Ontem, a mudança de astral no grupo atleticano era visível. Mesmo em meio a um treino físico, o bom humor esteve presente entre os jogadores. Empurrões, gozações, brincadeiras… Depois, na parte com bola, a mesma coisa. Até uma espécie de bobinho – treino recreativo que durante todo o período de Antônio Lopes quase não se viu – voltou à cena.

 

Atlético-PR tem apenas uma mudança contra o Brasiliense
O Atlético-PR deve enfrentar o Brasiliense, na próxima terça-feira, na Arena da Baixada, sem grandes modificações em relação à equipe que goleou o Fortaleza por 4 a 1, na última quarta-feira, no Castelão. As únicas mudanças devem ser a volta do lateral-direito Jancarlos, que cumpriu suspensão automática, e a saída do volante Ticão, que levou o terceiro cartão amarelo.

 

Evaristo tem dúvida no meio
O técnico Evaristo de Macedo decide neste fim de semana quem ficará com a vaga restante no meio-campo do Atlético. Nos treinos de sábado e domingo, ambos a partir das 9 horas, ele define quem substituirá o meia Ferreira na partida de terça-feira às 20h30, contra o Brasiliense, na Arena, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro.

 

Tá assim de atacante fera lá na Baixada
Enquanto Coritiba chora a falta de atacantes decentes para balançar as redes dos adversários, no Atlético, a história é bem diferente. Tem atacante na Baixada a dar com o pé. Está assim de matador pronto para vestir a camisa rubro-negra, o que deixa o técnico Evaristo de Macedo com o sorriso duma orelha à outra. “É bom você trabalhar com um elenco qualificado como esse. Todo treinador quer ter um grupo assim nas mãos”.

 


Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…